Confira a programação cultural desta semana no Centro Cultural Dragão do Mar

25 de fevereiro de 2014

A última semana de fevereiro do Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura encerra as apresentações do mês dentro da Temporada de Arte Cearense. São as últimas apresentações dos espetáculos Engenharia Erótica: Fábrica de Travestis, Boteco do Seu Noel, Sonho 1: Voar, Mistura: A Dança das Coisas e O Circo dos Littles e Outros Brinquedos. Mas, em março, depois do Carnaval, entram novos artistas e grupos em cartaz. Na sexta-feira, a Mostra Bom Jardim apresenta o espetáculo Revê.

 

Na semana do Carnaval, de 1° a 5 de março, o Dragão do Mar não fecha as portas. Estamos preparando uma programação especial com os filmes do Oscar no Cinema, visita guiada nos museus, a volta do Planetário com uma grande sessão científica, Rock Concert com a Orquestra Eleazar de Carvalho, Café com palestrantes em teatro e psicanálise e atrações para a criançada. No Carnaval, quem fica em Fortaleza vem pro Dragão. Divulgaremos toda essa  programação diferenciada em breve.

 

TEATRO DA TERÇA [Programa da Temporada de Arte Cearense]

Engenharia Erótica: Fábrica de Travestis
Coletivo Artístico As Travestidas – Direção: Silvero Pereira
O espetáculo parte de pesquisa empírica e científica, para além do estereótipo e dos preconceitos, do modo de vida das travestis do nosso estado. A preocupação é de quebrar conceitos impostos pela sociedade, tentando desmistificar a relação das travestis com a marginalização e a prostituição e assim lançar um olhar sobre a diferença entre história de vida e condição de vida. O espetáculo é um recorte de diversas situações vividas por quatro travestis (Gisele, Patrícia, Verônica e Deydiane). Trata-se do chamado “teatro-documentário”, pois apresenta ao espectador situações reais e personagens sendo desmascarados próximo ao público.
Dia 25, às 20h, no Teatro Dragão do Mar. Ingressos: R$ 4 e R$ 2 (meia). Última apresentação. Classificação: 18 anos.

 

TEATRO DE RUA [Programa da Temporada de Arte Cearense]
Boteco do Seu Noel
Coletivo Os Pícaros Incorrigíveis – Direção: Murillo Ramos
Durante a encenação, revela-se a vida boêmia do compositor Noel Rosa, que é marcada por tragédias familiares, uma visão particular de mundo, inúmeros casos amorosos e a tuberculose, que o matou aos 26 anos de idade. Ao mesmo tempo, a peça provoca uma troca entre ator e personagem, boteco e o espaço real – onde se dá a encenação. O espetáculo se desenvolve em torno de um “boteco” improvisado em praça pública, onde atores e músicos formam uma roda de samba composta de improvisação e comunicação direta.
Dia 27, às 19h, no Espaço Rogaciano Leite Filho. Gratuito. Última apresentação.

 

QUINTA COM DANÇA EXPERIMENTAL [Programa da Temporada de Arte Cearense]
Sonho 1: voar
Interpretação e direção: Marina Carleial
Neste espetáculo, desenvolve-se o encontro da dança contemporânea e da Acroyoga. Sonho 1: Voar é uma pesquisa experimental que busca chegar a propostas criativas a partir das manifestações oníricas. Para isso, trabalha-se com a dualidade das manifestações e pensamentos e imagens através dos sonhos, aqui representados em masculino e feminino, ar e terra, claro e escuro, firme e suave, base e voador.
Dia 27, às 20h, no Teatro Dragão do Mar. Ingressos: R$ 4 e R$ 2.  Última apresentação.
 
QUINTA COM DANÇA [Programa da Temporada de Arte Cearense]
Mistura – A Dança das Coisas
Grupo N Infinito – Direção: Carlos Antônio dos Santos
É um espetáculo dirigido a crianças de todas as idades e nasce do encontro entre a dança e as formas animadas. Aqui, o desejo de construção da partitura de gestos e movimentos do dançarino/ manipulador com as coisas/objetos é o que define a dramaturgia do trabalho.
Dia 27, às 20h, no Teatro Dragão do Mar. Ingressos: R$ 4 e R$ 2 (meia). Última apresentação. Os programas Quinta com Dança Experimental e Quinta com Dança acontecem sempre em sequência na mesma noite.

 

PANORAMA [Programa da Temporada de Arte Cearense]
O Circo dos Littles e Outros Brinquedos – Carlos Hardy e o Fim do Mundo
Este concerto insere-se em um universo musical que vai além do ambiente tonal, de formas pré-estabelecidas, para desenvolver um artesanato do som antropofágico por natureza. Do simétrico ao anárquico, Hardy e o grupo Fim do Mundo percorrem o campo da experimentação e da improvisação. Música livre e universal. Sons e palavras criam o jogo de pesos e medidas que transporta o ouvinte a um ambiente lúdico, provocador, poético, inusitado, elementos estes que dão movimento e vida a um grande brinquedo sonoro.
Dia 28, às 20h, no Espaço Rogaciano Leite Filho. Gratuito.

 

Revê [MOSTRA BOM JARDIM]
Direção: Luís Alexandre
O espetáculo conta o que se passa no sonho de um Clown (palhaço), sem a pretensão de ter uma conexão lógica dos fatos, mas a representação de significados distintos. Os sonhos imaginados para o Clown fazem uma viagem por meio de um universo místico e imaginário, situações cotidianas em estados de alegria, tristeza e intervenções lúdicas. A pesquisa da composição é desenvolvida através da técnica da dança urbana, técnica do Clown, interferências e recursos da dança contemporânea.
Dia 28, às 19h, no Teatro Dragão do Mar. Ingressos: R$ 4 e R$ 2 (meia).

 

25.02.2014

Assessoria de Comunicação Instituto Dragão do Mar

Luciana Vasconcelos (imprensa@dragaodomar.org.br / 85 3488.8617)