Arquivo Público receberá equipamentos para digitalização de documentos

20 de Março de 2014

O projeto “Digitalização dos Documentos Manuscritos da Chefatura de Polícia da Província do Ceará (1823-1889)”, do Arquivo Público do Estado do Ceará (APEC), equipamento da Secretaria da Cultura do Governo do Estado, foi um dos contemplados no Edital Prêmio Memorial Digital, da Petrobras e do Instituto Brasiliana – USP. O resultado, divulgado nesta terça-feira, 18/3, foi recebido com entusiasmo pelo diretor do Arquivo, historiador Márcio Porto, que elaborou o projeto em parceria com o também historiador Fabiano Almeida Matos e com a estagiária de História Patrícia Marciano. “Ficamos muito satisfeitos com a visibilidade deste trabalho, pois o Arquivo Público do Ceará concorreu com várias instituições arquivísticas de grande porte do País e ficou entre os premiados”, declarou Márcio Porto.

 

Com a seleção no Edital, o Arquivo Público receberá, em regime de comodato, equipamentos para montagem de um laboratório de digitalização de documentos e também o treinamento de um funcionário do APEC, em São Paulo, para a utilização dos equipamentos recebidos. Conforme Márcio Porto, a direção do Arquivo será consultada, previamente, pela organização do Edital, sobre necessidades específicas da instituição cearense. “Após essa etapa será definido o montante total de recursos a serem destinados ao Arquivo Público do Ceará, na forma de equipamentos, referentes ao prêmio do Edital”, ressalta.

 

Márcio Porto destaca que a aprovação do projeto no edital prevê que o conjunto documental selecionado deverá ser organizado, higienizado e digitalizado, conforme a Carta do Recife (documento que define princípios para uma política de digitalização de acervos públicos), para ao final do projeto ser hospedado em uma plataforma certificada pela Rede Memorial.

 

Com a digitalização, pesquisadores do estado e de outros lugares poderão fazer as consultas sem a necessidade de manuseio destes documentos. “É fundamental a preservação dessa massa documental que se refere ao período imperial, de grande importância e movimentação na história do Ceará”, acrescenta o diretor do Arquivo Público.

 

O Ministério da Cultura e a Rede Memorial lançaram o edital com a proposta de formar um espaço colaborativo de instituições comprometidas com a digitalização e o acesso público de seus acervos, a fim de contribuir para a construção de um metabuscador dos repositórios digitais brasileiros.

 

20.03.2013

 

Assessoria de Imprensa da Secult
Sonara Capaverde – (85) 9608 5822