Instituto Centec receberá Troféu Caju de Ouro no 11º Caju Nordeste

19 de novembro de 2014

O Caju Nordeste, maior evento de cajucultura do Brasil, este ano acontece entre os dias 19 e 22 de novembro, na cidade de Beberibe. A 11ª edição do evento busca contribuir com a organização, a modernização e o desenvolvimento da cultura do cajueiro. Apresentações, debates e programas de incentivo ao uso de tecnologias e desenvolvimento de pesquisas compõem o cenário de planos para o desenvolvimento sustentável local e aumento da produtividade, qualidade e rentabilidade do setor produtivo.

 

Uma das inovações deste ano é o lançamento da máquina de corte automático da castanha do caju. Até agora, o processo de corte para extração da amêndoa era feito manualmente, podendo acarretar danos à saúde dos operadores e danos à produção. O evento será recheado de vasta programação. Acontecerão palestras técnicas e oficinas para o público da área, como produtores e empreendedores rurais, agricultores familiares, agrônomos, professores e alunos de escolas e cursos da área.

 

O Instituto Centec apoia e participa do evento através dos professores e alunos das Faculdades de Tecnologia Centec (Fatec) Cariri, de Juazeiro do Norte, e Sertão Central, de Quixeramobim. Eles participarão das atividades do evento e no stand de divulgação da instituição. Devido às contribuições, conquistas e realizações em prol da Cajucultura na região Nordeste, o Centec será homenageado na abertura, hoje, às 19h, com o Troféu Caju de Ouro.

 

No dia 20 de novembro, acontecerá o workshop “Uso do pedúnculo do caju no processo de ensilagem de capins tropicais”, ministrado pelo professor da Fatec Sertão Central, Igor Renan Albuquerque de Andrade, das 14h às 17h. A oficina acontecerá também na tarde do dia seguinte, assim como na manhã do dia 22.

 

No dia 21 de novembro, das 9h às 10h, a professora Marta Aníbal discorre sobre o tema “Controle de qualidade na cadeia produtiva do caju”. Em seguida o professor Isac Gabriel Abrahão Bomfim comanda o mesmo assunto trazendo-o para a produção do mel, do campo a mesa. A professora Raimunda Valdenice da Silva Freitas encerra o ciclo de palestras com a participação do Centec abordando a pós-colheita do caju.

 

O stand do Instituto Centec disponibilizará, em parceria com o Jornal O Povo e Fundação Demócrito Rocha, tabloides e cadernos tecnológicos e divulgará as ações do Centro Vocacional Tecnológico (CVT) de Beberibe. O CVT de Barreira trará uma caravana de produtos de caju oriundos da comunidade Uruá e promoverá a palestra “Arranjo Produtivo da Cajucultura de Barreira”.

 

Ainda durante o evento, haverá o encontro dos empreendedores das mini fábricas de beneficiamento da castanha e do pedúnculo do caju, gerando oportunidades para novos contatos comerciais com os fornecedores de amêndoas, cajuína, polpa, doces e outros derivados.

 

19.11.2014

Assessoria de Comunicação do Instituto Centec

Ana Caroline Avendaño (85 30667086)