Grupo japonês integra agora a CEGÁS

20 de janeiro de 2015

A Companhia de Gás do Ceará (CEGÁS), concessionária estadual de distribuição de gás natural canalizado no Estado, mudou sua composição acionária. O Grupo Vicunha, que junto com o Governo do Estado, representado pela Secretaria da Infraestrutura do Estado – SEINFRA, e a Petrobras Gás S.A – Gaspetro, formavam a empresa, repassou, ao final do ano passado, a sua parte na CEGÁS para o grupo japonês Mitsui Gás e Energia do Brasil (MGEB). A Mitsui Gás e Energia do Brasil (MGEB) é uma holding 100% controlada pela Mitsui & Co.Ltd.(Japão), que possui participação societária em sete outras companhias de distribuição de gás natural no Brasil: Algás, Bahiagás, Compagás, Copergás, Pbgás, SCGás e Sergás.

 

Crescimento em 2014

 

Em 2014, a CEGÁS distribuiu um total de 698,2 milhões de m³ de gás natural, sendo que os segmentos residencial, de cogeração e comercial apresentaram variações positivas em relação ao ano de 2013, respectivamente nos montantes de 33,73%, 23,65% e 17,79% e os segmentos automotivo, industrial e térmico tiveram uma pequena redução da ordem de 1,34%, 0,40% e 3,35%.

 

A CEGÁS encerrou o ano de 2014 com um total de 6.319 usuários, com um acréscimo de 1.236, correspondendo a 24% a mais do que em 2013. Deve-se isto à nova política de captação de usuários, especialmente nos segmentos residencial e comercial. Dentre os usuários adicionados à carteira destacam-se o Shopping Rio Mar, Shopping Parangaba e o North Shopping Joquei, além da indústria Metal Mecânica Maia e o Edifício Cidades com 312 unidades habitacionais.  

 

Alinhada às estratégias de desenvolvimento sustentável e preservação do meio ambiente, a Companhia firmou contrato de aquisição de 70.000m³/dia de Gás Natural Renovável – GNR, também denominado biometano, que será gerado a partir da purificação do biogás extraído do Aterro Sanitário Metropolitano Oeste-ASMOC, situado no Município de Caucaia-CE. Este novo energético tem como vantagem o aproveitamento do lixo, a redução significativa da quantidade emitida para a natureza de dióxido de carbono (CO2) e de metano (CH4), gases intensificadores do efeito estufa.

 

20.01.2015

Assessoria de Comunicação da Seinfra

Marco da Escóssia (85 8898.4318 / 3216.3764)

Twitter: @seinfrace

Facebook: www.facebook.com/SeinfraCE