Sesa reúne comunicadores para lançamento da campanha contra sarampo

26 de fevereiro de 2015

O governo do Estado, através da Secretaria da Saúde, inicia neste sábado, 28, a campanha de publicidade “Todos contra o sarampo”. Ninguém melhor do que crianças para atrair a atenção dos pais para a importância da vacina na proteção da saúde. Elas são as estrelas dos vts para as televisões, spots para rádios, anúncios para jornais e ainda de cartazes e folderes. Com a proposta de apresentar a campanha em primeira mão para jornalistas e radialistas, a Sesa reunirá comunicadores nesta sexta-feira, 27, às 8h30min, na Avenida Almirante Barroso, 600, Praia de Iracema. Participam do encontro gestores e profissionais de saúde das áreas de epidemiologia e imunização da Secretaria da Saúde do Estado e secretarias de saúde dos municípios onde a situação do sarampo mais preocupa, principalmente da Região Metropolitana.

 

Há 730 casos confirmados de sarampo em 32 municípios cearenses desde o início do surto, com o primeiro caso confirmado no dia 25 de dezembro de 2013, até segunda-feira, 23 de fevereiro, quando a Sesa divulgou o último boletim epidemiológico sobre o sarampo. Desse total, 199, que representam 27,2%, são crianças com menos de 1 ano. Dos 199 casos, em 71 casos as crianças tinham menos de seis meses de vida. Ou seja, 35,6%. Daí, a importância de vacinar logo assim que a criança completar 6 meses. Vacinar é proteger.

 

A vacinação é a única maneira de prevenir o sarampo. E começa cedo. Assim que completar 6 meses, a criança já deve ser vacinada. A vacina é a tríplice viral, que protege contra o sarampo, rubéola e caxumba. Ao completar 1 ano a criança deve ser vacinada de novo com a tríplice viral. Quando a criança tiver 1 ano e três meses é preciso vacinar novamente. Desta vez com a tetra viral, que além de proteger contra sarampo, rubéola e caxumba, previne a catapora. Pronto, vacinada com as três doses, a criança está protegida do surto de sarampo. A vacina é gratuita e está disponível em todas as Unidades Básicas de Saúde nos municípios, mais conhecidas como postos de saúde.

 

 

Transmissível

 

O sarampo é uma doença altamente transmissível. A pessoa com sarampo transmite a doença ao falar, respirar e tossir. Os sintomas e sinais da doença são: febre acima de 38,5, manchas vermelhas por todo o corpo, acompanhadas de tosse e/ou conjuntivite e/ou coriza e manchas brancas na parte interna na parte interna na boca. A recomendação é uma a quem apresentar esses sintomas e sinais: procurar imediatamente uma unidade de saúde.

 

 

26.02.2015

 

Assessoria de Comunicação da Sesa
Selma Oliveira / Marcus Sá / (selma.oliveira@saude.ce.gov.br / 85 3101.5221 / 8733.8213)
Twitter: @SaudeCeara
www.facebook.com/SaudeCeara