Projovem conclui turma formada por internas do sistema penitenciário

16 de Março de 2015

Após 18 meses de aulas, internos do sistema penitenciário concluem a primeira turma do Projovem Prisional. Ao todo, são 43 pessoas, entre homens e mulheres que participaram do projeto. Nesta terça (17), às 10h, 26 alunas serão certificadas no Instituto Penal Feminino Desembargadora Auri Moura Costa.

O Projovem é um projeto federal que oferece a conclusão do Ensino Fundamental e proporciona uma profissionalização a esses reeducandos. No Ceará, o projeto é uma parceria entre o Gabinete do Governador, por meio da Coordenação Especial de Políticas Públicas de Juventude, da Secretaria da Justiça e Cidadania do Estado (Sejus) e do Instituto de Desenvolvimento do Trabalho (IDT).

Além das internas do presídio feminino, 17 reeducandos da Penitenciária Francisco Hélio Viana, em Pacatuba, participaram do projeto. Na unidade feminina, as aulas profissionais tiveram como foco as áreas de beleza e estética. Para os homens, os cursos foram em turismo e hotelaria. A certificação dos internos da Pacatuba ocorreu no último dia 10 de março.

Para o assessor educacional da Sejus, Rodrigo Moraes, o Projovem tanto foi importante pela capacitação profissional dos internos como por inaugurar nas unidades um terceiro turno de atividades. “As aulas do Projovem Prisional foram uma grande oportunidade para de identificarmos esta possibilidade, de ofertar uma atividade noturna com a segurança necessária e com a aprovação também de nossos reeducandos”, aponta Moraes.

Ele informa ainda que 160 apenados foram acompanhados ao longo do projeto. Os internos que receberam alvará durante o projeto tiveram a possibilidade de continuar as aulas fora das instituições.

16.03.2015

Assessoria de Imprensa da Sejus
Camille Soaresc – (85) 3101.2862
ascom@sejus.ce.gov.br