Prevenção reduz acidentes com motos no Ceará

29 de Março de 2015

A redução de 60% das internações no Instituto Dr. José Frota (IJF) por acidentes de trânsito envolvendo motocicletas é o resultado mais relevante da Operação Retorno das Praias que o Departamento Estadual de Trânsito (Detran) iniciou no domingo, 22 de março. No domingo anterior, 15 de março, o IJF fez 102 atendimentos relacionados ao trânsito, 87 deles envolvendo motociclistas. No domingo da primeira operação do Detran, o número de atendimentos no IJF por traumas de trânsito diminuiu para 53. Esse número representa 49 atendimentos a menos. O atendimento a motociclistas acidentados diminuiu ainda mais, para 35, que representam 52 atendimentos a menos.

A Operação Retorno das Praias terá prosseguimento neste domingo, 29 de março, com a abordagem exclusiva dos condutores de motocicletas. Para realizar operação, o Detran conta com agentes da Polícia Rodoviária Estadual (PRE) e mobiliza dez equipes que fazem o trabalho de fiscalização ao mesmo tempo, das 12 às 18 horas. Nas abordagens, os motociclistas fazem o exame do bafômetro. A recusa ao teste é o indício de que o condutor está alcoolizado. Com isso, a notificação é registrada com base na Lei Seca. O resultado da primeira operação foi reconhecido pelos profissionais de saúde do IJF, pela queda do número de vítimas de acidentes de motocicleta. Foram quase 70 motocicletas apreendidas por estarem circulando irregularmente na via pública.

Ao assumir a Secretaria da Saúde do Estado, o secretário Carlile Lavor destacou a importância da valorização da vida, através de atitudes de promoção e prevenção. Ele citou, como exemplo, a prevenção aos estragos da dobradinha perigosa bebida e direção, principalmente de motocicletas. Como idealizador do Programa Agentes Comunitários de Saúde, em 1987, quando foi secretário da Saúde do Estado pela primeira vez, Carlile Lavor disse que vai mobilizar e envolver os 15 mil Agentes Comunitários de Saúde no trabalho de educação e prevenção para evitar acidentes e óbitos no trânsito. A operação, articulada pela Secretaria das Cidades e iniciada pelo Detran, indica que a efetiva prevenção mostra resultados.

Para o secretário das Cidades, Ivo Gomes, além da dobradinha bebida alcoólica e direção, a falta do uso do capacete também representa um grave problema para a saúde pública do Ceará e, por isso, outras medidas de prevenção serão adotadas pelo Detran nos próximos meses. “A gente também vai investir muito em campanhas educativas quanto à importância do uso do capacete. Isso vai ser fundamental”, pontuou o secretário. 

O Ceará registrou em todo o ano passado 732 mortes em consequência de acidentes com motocicletas e 5.109 internações, até novembro, pelo Sistema Único de Saúde (SUS). A partir de 2010, o maior número de óbitos ocorreu em 2012, com 841 mortes de motociclistas e garupeiros, de acordo com o Sistema de Informação sobre Mortalidade (SIM), do Ministério da Saúde. O recorde de internações em consequência de acidentes de moto no Estado aconteceu em 2013, com 5.873 registros no Sistema de Informações Hospitalares (SIA/SUS).

29.03.2015

Assessoria de Imprensa da Cidades
Ranne Almeida – ranne.almeida@cidades.ce.gov.br
(85) 3207.5254

Twitter: @Cidades
www.facebook.com/SecretariadasCidadesdoCeara

Assessoria de Imprensa da Sesa
Selma Oliveira / Marcus Sá / (selma.oliveira@saude.ce.gov.br)
(85) 3101.5221
Twitter: @SaudeCeara
www.facebook.com/SaudeCeara

Giselle Dutra
Gestora de Célula/Secretarias
(85) 9922.2712