Saúde do Ceará recebe o maior aporte de recursos financeiros da história do Estado

31 de julho de 2015

O ministro da Saúde, Arthur Chioro, autorizou nesta sexta-feira (31), em solenidade realizada no Palácio da Abolição, a liberação de R$ 113,2 milhões para a Saúde do Ceará. O valor representa um incremento de 25% no total de repasses da União para o Estado, atualmente em torno de R$ 400 milhões. Este é o maior aporte de recursos financeiros do Governo Federal já feito para o Ceará de uma só vez. O governador Camilo Santana ressaltou que os recursos, já esperados pelos cearenses, são um esforço conjunto dos poderes federal e estadual. “Temos feito um grande debate nos últimos meses com o Ministério da Saúde sobre a necessidade de recursos, inclusive de equipamentos e serviços, que o Ceará vem prestando há um bom tempo. Portanto, o ministro vir aqui e autorizar essa verba é um momento importante para o Estado, pois mostra o esforço daR CG9570 Pasta nessa ampliação da saúde pública cearense”, pontuou.

O valor será destinado para o Hospital Regional do Cariri, UPAs do Conjunto Ceará e José Walter, ambulâncias do SAMU para o município de Eusébio, além do aumento dos valores, por produção, para o teto dos hospitais de Messejana, Dr. César Cals, Geral de Fortaleza, São José e Infantil Albert Sabin.

Para Arthur Chioro, o compromisso de liberar a verba para o Ceará é uma obrigação do Ministério. “Nós tínhamos um compromisso com o Ceará, que ampliou sua rede de atenção à saúde ao longo dos últimos anos, sobrecarregando profundamente os recursos estaduais. Não há aqui nenhum privilégio, mas sim o reconhecimento e uma obrigação do Ministério da Saúde com o Estado, no sentido de garantir o atendimento a sua população”, comunicou. O ministro lembrou ainda que “não há descuido da atenção primária, já que o anúncio foram para as áreas de alta e média complexidade”.

O prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio, parabenizou o governador e agradeceu o ministro pela atenção dada ao Ceará. “Vejo que o governador tem se desdobrado em atenções e prioridades para a saúde do Estado. Entendemos também as enormes dificuldades que o ministro tem enfrentado, e, mesmo assim, teve a sobriedade de vir até o Estado e liberar essa verba para essa área que sempre necessita de atenção”, salientou. O evento contou com a presença do secretário Henrique Javi (Saúde); dos deputados federais José Guimarães, José Airton Cirilo, Arnon Bezerra, Odorico Monteiro e Aníbal Gomes; os deputados estaduais Rachel Marques, Bethrose Fontenele e Lucílvio Girão, além de representantes da área médica do Estado.

APLICATIVO INÉDITO – SOS AVC
R QN4464Lançado pela Secretaria da Saúde do Estado, por meio do Comitê Estadual de Atenção ao Acidente Vascular Cerebral, durante a solenidade, o aplicativo, inédito e pioneiro no país, vai permitir o pronto reconhecimento de pacientes com AVC e a comunicação imediata com o SAMU 192. De acordo com o ministro, a ideia deve ser compartilhada com os demais estados do País. “Esse aplicativo é uma contribuição da medicina cearense para o resto do Brasil. Portanto, vamos levar a ideia para que outros estados da Federação possam copiar”, elogiou o ministro.

Muitos pacientes e familiares demoram a identificar os sintomas e sinais de um AVC, o que atrasa a chegada à unidade de saúde para o socorro e assistência. O neurologista e presidente do Comitê, João José de Carvalho, informou que somente 21% dos pacientes chegam a tempo de receber o tratamento trombolítico nas emergências, menos de 10% são conduzidos pelo SAMU 192, que é acionado em apenas 12% dos casos.

Desenvolvido nas versões android e iOS, o aplicativo com o nome SOS AVC, já está disponível para download gratuito no Google play e Apple Store. Fica fácil saber o que fazer diante de um paciente com AVC e ainda notificar um novo caso de AVC à Secretaria da Saúde do Estado, que desde 2008 desenvolve a política de controle da doença.

Apesar da redução do número de óbitos de 2014 em relação a 2013, o AVC continua sendo a doença que mais mata no Ceará. Em 2014 foram registrados 4.137 óbitos, menos do que os 4.399 óbitos de 2013, segundo dados do Sistema de Informações sobre Saúde (SIM), do Ministério da Saúde. Na rede pública estadual três hospitais fazem atendimento especializado em AVC: Hospital Geral de Fortaleza (HGF) e o Hospital Waldemar Alcântara, na capital, e o Hospital Regional do Cariri, em Juazeiro do Norte.

Hospital Regional do Norte
R ARI3016A agenda do ministro, ao lado do governador, começou na manhã desta sexta-feira (31), na região Norte do Ceará. Na ocasião, Arthur Chioro assinou um aumento de R$ 9 milhões na verba anual para o custeio do Hospital Regional Norte. O anúncio aconteceu durante uma visita técnica ao equipamento de saúde pública do Estado, em Sobral, a 230 km de Fortaleza.“O HRN faz parte de um programa de expansão e melhoria da assistência à saúde da população que o Governo do Estado desenvolve na Capital e no Interior. Trazer o ministro Arthur Chioro para ver de perto este hospital de grande porte é fundamental, pois assim podemos mostrar o quanto este equipamento mudou a realidade das pessoas de toda essa região. Esses R$ 9 milhões que se somam aos repasses do Governo do Estado são muito importantes. O uso da verba será exclusivamente para este hospital e vai ajudar a melhorar ainda mais o atendimento e custeio das unidades de tratamento” afirmou o governador Camilo Santana.

Dos R$ 9,6 milhões para o HRN, R$ 5,4 milhões serão para habilitar 10 leitos de Unidades de Tratamento Intensivo (UTI) neo-natal e 30 leitos de cuidados intermediários neo-natal convencional. Já os R$ 3,6 milhões serão utilizados para a qualificação de leitos de enfermaria clínica de retaguarda.

Sobre o Hospital Regional do Norte
R ARI2927Construído pelo Governo do Estado para atender a população dos 55 municípios da macrorregião Norte, o HRN já realizou mais de 1,4 milhões de atendimentos, além de quase 16 mil cirurgias desde a sua inauguração em janeiro de 2013. O equipamento, localizado no bairro Junco, em Sobral, tem cerca de 57 mil metros quadrados de área construída, equipados com 382 leitos, 70 deles de Terapia Intensiva (UTI), 1.641 profissionais de saúde e capacidade para realizar até 1.300 internações por mês, sendo considerado o maior hospital público do interior entre os estados do Nordeste.

O HRN realiza atendimento em diferentes especialidades e exames complexos, como a ressonância magnética e tomografia. A auxiliar de enfermagem, Vânia Xavier, 35 anos, comentou que ter um Hospital desta magnitude em sua cidade, recebendo atendimento de especialistas de excelência, é muito importante para a saúde pública de sua localidade. “Desde que Hospital Regional do Norte abriu suas portas, não vejo nenhum tipo de reclamação. Tudo aqui é feito com uma eficiência que impressiona todos. Não vou em outro hospital e médico a não ser os daqui”, falou emocionada.

Para o ministro Arthur Chioro, as unidade de saúde construídas e em pleno funcionamento, na cidade de Sobral, “são de excelência e mostra que esta unidade não deixa nada a desejar aos principais hospitais do Sul e Sudeste do Brasil”.

Além disso, destacou o esforço do Governo do Estado em trazer um melhor atendimento público para os cearenses. “Este hospital não é só bem organizado do ponto de vista da sua proposta arquitetônica, equipamentos, estrutura e ambiência. Trata-se de uma unidade muito bem qualificado, inclusive, no ponto de vista da assistência. Parabenizo também o esforço que o Governo do Estado tem feito com seus recursos próprios, garantindo uma assistência de saúde de qualidade mesmo em um momento de retração de receita.Fiz questão de vir pessoalmente assinar duas portarias, pois sei que este é um investimento que irá ajudar muito o Governo do Estado a dar continuidade, além de poder garantir a população de toda Região Norte uma atendimento de qualidade e digno que merecem”, comentou Arthur Chioro.

Participaram da visita ao HRN, o secretário Henrique Javi (Saúde), deputado federal Odorico Monteiro, o prefeito de Sobral, Clodoveu Arruda, além de secretários municipais, prefeitos e vereadores da região Norte.

Confira tabela de repasses por unidade de saúde

Tabela repasse

Fotos: Ariel Gomes, Queiroz Netto e Carlos Gibaja

31.07.2015

Wiarlen Ribeiro e Wilame Januário
Repórteres / Célula de Reportagem

Giselle Dutra
Gestora de Célula / Secretarias

Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado
Casa Civil
comunicacao@casacivil.ce.gov.br / (85) 3466.4898