STDS e IDT apresentam relações de trabalhos que recrutam sem carteira assinada

10 de agosto de 2015

A Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social (STDS) e o Instituto de Desenvolvimento do Trabalho (IDT) apresentam nesta terça-feira, 11 de agosto, às 9h, no Auditório da STDS, o Mapa da Ilegalidade: as Relações de Trabalho sem Carteira Assinada.

O estudo buscou traçar o perfil dos trabalhadores contratados ilegalmente, relatar a quais setores estão vinculados, há quanto tempo trabalham nessa condição e quanto recebem. O levantamento foi feito no contexto do cenário atual de desaceleração da atividade econômica e da geração de empregos formais e da retomada das discussões sobre direitos trabalhistas.

Em 2014, cerca de 1,4 milhão de pessoas trabalhou sem carteira assinada nas regiões metropolitanas de Fortaleza, Recife, Salvador, São Paulo e Porto Alegre, que contam com a Pesquisa de Emprego e Desemprego (PED). O número chega a ser 10 vezes maior se levado em consideração todo o território nacional.

SERVIÇO
Apresentação do Mapa da Ilegalidade
Data: 11 de agosto (terça-feira)
Horário: 9 horas
Local: Auditório da STDS – Rua Soriano Albuquerque, 230, Joaquim Távora

10.08.2015

Assessoria de Comunicação do Instituto de Desenvolvimento do Trabalho – IDT
Ana Clara Braga / (85) 3101.5500
anaclara@idt.org.br

Assessoria de Comunicação da Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social – STDS
Carlos Eugênio / (85) 3101.2089
imprensa@stds.ce.gov.br
Twitter: www.twitter.com/stdsonline

Ciro Câmara
Gestor de Célula/Secretarias

Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado
Casa Civil
comunicacao@casacivil.ce.gov.br / (85) 3466.4898