Sesa prepara profissionais para busca ativa do tracoma

15 de agosto de 2015

O Núcleo de Controle de Vetores da Coordenadoria de Promoção e Proteção da Secretaria da Saúde do Estado habilitará até o mês de outubro 200 profissionais de saúde da atenção básica na busca ativa de casos de tracoma no Ceará. Para o mês de agosto estão programadas capacitações nas ações de vigilância e controle do tracoma em Canindé, entre os dias 17 e 21, na Escola de Saúde Pública (ESP/CE), entre os dias 24 e 28, e, no Crato, com a participação de técnicos da Organização Pan-americana de Saúde (OPAS), serão introduzidos novos instrumentos de registro do tracoma. Principal causa de cegueira evitável no mundo, de acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), o tracoma é facilmente transmitido de uma pessoa para outra, apenas passando as mãos nos olhos. A infecção acontece na infância, na primeira vez, mas as pessoas ficam cegas apenas na idade adulta.

A capacitação nas ações de vigilância e controle do tracoma está associada à terceira edição da Campanha Nacional de Hanseníase, Verminoses, Tracoma e Esquistossomose, do Ministério da Saúde, que vai alcançar cerca de 2.300 municípios brasileiros, incluindo todas as capitais, no período de 10 a 14 de agosto. No Ceará, crianças e adolescentes de 5 a 14 anos estudantes do ensino fundamental da rede pública de 101 municípios participarão da campanha. O objetivo é prestar esclarecimentos sobre essas doenças, identificar e tratar os casos. O tema deste ano da campanha é “Hanseníase, Verminoses e Tracoma têm cura. Faça essa lição de casa e proteja-se”.

No Ceará, o número de municípios participantes da campanha nacional evoluiu de 44 em 2013, 66 em 2014, para os atuais 101 municípios. O número de crianças examinadas passou de 72.285 em 2013, com 3.297 casos identificados e tratados, para 187.928 exames no ano passado, com 8.843 diagnósticos positivos. Tracoma é uma doença infecciosa causado pela bactéria Chlamydia trachomatis. É transmitida pelo contato direto ou por objetos contaminados com secreções oculares de pessoas acometidas. As incidências tendem a ocorrer em locais onde são precárias as condições de saneamento e higiene, principalmente entre crianças entre um e nove anos de idade.

Municípios participantes da Campanha Nacional de Hanseníase, Verminoses, Tracoma e Esquistossomose:

Acaraú
Amontada
Aracati
Assaré
Aurora
Barbalha
Barreira
Bela Cruz
Boa Viagem
Camocim
Campos Sales
Canindé
Capistrano
Caridade
Caririaçu
Carnaubal
Cascavel
Catarina
Choró
Crateús
Crato

Croatá
Cruz
Ererê
Eusébio
Farias Brito
Fortaleza
Frecheirinha
Granja
Granjeiro
Guaiúba
Guaraciaba do Norte
Hidrolândia
Horizonte
Ibaretama
Ibiapina
Icó
Iguatu
Independência
Ipueiras
Irauçuba

Itapipoca
Itapiúna
Itarema
Itatira
Jaguaretama
Jaguaruana
Jardim
Jijoca de Jericoacoara
Juazeiro do Norte
Lavras da Mangabeira
Limoeiro do Norte
Madalena
Maracanaú
Maranguape
Mauriti
Milhã
Missão Velha
Mombaça
Monsenhor Tabosa
Morada Nova

Morrinhos
Nova Olinda
Novo Oriente
Ocara
Pacajus
Pacatuba
Palhano
Parambu
Paramoti
Pedra Branca
Penaforte
Pentecoste
Pereiro
Piquet Carneiro
Pires Ferreira
Porteiras
Potengi
Quiterianópolis
Quixadá
Quixeramobim

Reriutaba
Russas
Saboeiro
Salitre
Santana do Acaraú
Santana do Cariri
Santa Quitéria
São Benedito
Senador Pompeu
Sobral
Solonópole
Tamboril
Tauá
Tejuçuoca
Tianguá
Ubajara
Umirim
Varjota
Várzea Alegre
Viçosa do Ceará

 

11.08.2015

Assessoria de Comunicação da Sesa
Selma Oliveira / Marcus Sá / (selma.oliveira@saude.ce.gov.br / 85 3101.5221 / 3101.5220)
Twitter: @SaudeCeara
www.facebook.com/SaudeCeara

Giselle Dutra
Gestora de Célula/Secretaria

Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado
Casa Civil
comunicacao@casacivil.ce.gov.br/ (85) 3466.4898