Sema presta homenagens nos 25 anos da Apa de Baturité

17 de setembro de 2015

“A recuperação do rio Pacoti, que é tão importante e está degradado, cuja nascente localiza-se na Serra de Baturité e estende-se por 150 km até desembocar em Fortaleza e vem ao longo desse percurso sofrendo intervenções humanas, que se não forem devidamente orientadas podem comprometer sua capacidade de suporte, nos dá o rumo para as primeiras ações que estamos pretendendo desenvolver no Maciço”. Foi com essa mensagem de consciência dos problemas que a Secretaria de Meio Ambiente deve enfrentar, que o secretário Artur Bruno pontuou as conquistas ao longo dos 25 anos de criação da Apa da Serra de Baturité, que foram colhidas com o apoio das prefeituras, das Ongs e da sociedade.

A solenidade pelas Bodas da Apa ocorreu na sede, em Pacoti, ao ar livre, na manhã desta quinta-feira, 17/09. Começou com a apresentação do Coral Verdes Vozes, da Semace, que cantou o Xote da Colheita, Soldadinho do Araripe, Amor, Jardim da Fantasia e Ser Feliz. Recepcionados pelo prefeito de Pacoti, Edson Leite, lembrou o quanto foi sadia a parceria com a Superintendência Estadual do Meio Ambiente-Semace, que com sua ação de fiscalização e monitoramento tem ajudado na preservação da serra. A orientadora da célula da Apa, Patrícia Jacauna, ressaltou o momento de agradecimento e felicidade. Em nome da Coordenadoria de Biodiversidade da Sema, Dóris Santos destacou o trabalho para preservação da serra e das demais unidades de conservação. O vereador José Leandro também citou a importância da ação da Semace que estava representada por José Willians. Em nome dos ex-gestores, Alexandre Caminha frisou as parcerias como esseciais na trajetória da Apa.

SEMA 2Uma placa de agradecimento foi entregue por Artur Bruno e Patrícia Jacaúna para os ex-gestores da UC, Alexandre Caminha, Roberto Otoch, Inácio Prata, Adriano e Karine Sales e o ex-superintendente da Semace, Renato Aragão, que se encontra em viagem pela Europa, que no Governo de Tasso Jereissati, criou a primeira e maior Área de Proteção Ambiental, com 32.690 hectares de superfície, através do Decreto Estadual nº 20.956, de 18 de Setembro de 1990. Os festejos prosseguiram no período da tarde, com o lançamento da Exposição Florescer, que consta de fotos da fauna e da flora da região e um relato histórico dos 25 anos da Apa. Trabalho executado pela Casa Civil do Governo do Estado. Houve a apresentação do Grupo de Tambores da Água e fala da orientadora de Célula, Patrícia Jacaúna.

A Área de Proteção Ambiental da Serra de Baturité é composta por oito municípios: Aratuba, Baturité, Capistrano, Guaramiranga, Mulungu, Pacoti, Palmácia e Redenção. Distante 90 quilômetros de Fortaleza, a UC tem como principal acesso, partindo de Fortaleza, a Rodovia CE-060, sentido Pacatuba-Baturité. Os festejos das bodas terminam no sábado, 19/09 com um Passeio Ciclístico, cujo percurso será entre Pacoti e Guaramiranga. No ato da inscrição cada participante doará um quilo de alimento não perecível que será destinado as famílias carentes do Maciço de Baturité.

Preservando as nascentes
O rio Pacoti é considerado o último recurso hídrico, de grande porte, que chega ao litoral de Fortaleza, ainda em razoável estado de conservação, cuja nascente localiza-se na Serra de Baturité e estende-se por 150 km até a sua foz. Ele atravessa dois municípios, Aquiraz e Eusébio, para desembocar em Fortaleza e vem ao longo desse percurso sofrendo intervenções humanas, que se não forem devidamente orientadas podem comprometer sua capacidade de suporte.

Para Artur Bruno, a destruição do estuário do rio Pacoti acarretaria uma perda incalculável na biodiversidade terrestre e marinha da região. É com essa convicção que a Secretaria do Meio Ambiente está iniciando, em parceria com os municípios da região e a Fundação SOS Mata Atlântica a elaboração dos planos de Conservação e Recuperação da Mata Atlântica (PMMA). “O compromisso é desmatamento líquido zero, e se houver necessidade de supressão vegetal que seja compensada com reflorestamento, em igual ou maior intensidade”, destaca o Secretário que também quer que se inicie, o mais rápido possível, o projeto de preservação das nascentes.

17.09.2015

Assessoria de Comunicação da Sema
Elizabeth Rebouças – (85) 3101-1235 ou 988.482.022
elizabeth.reboucas@sema.ce.gov.br

Fotos:Juliana Mesquita

Sabrina Lima
Gestora de Célula/Secretarias

Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado
Casa Civil
comunicacao@casacivil.ce.gov.br/ 85 3466.4898