Centro Cultural Bom Jardim entra em reforma e inicia Praça das Artes

21 de setembro de 2015

Até janeiro de 2016, o Centro Cultural Bom Jardim (CCBJ) passará por reforma. Para dar continuidade às atividades realizadas no centro cultural, CCBJ e parceiros iniciam o Praça das Artes, projeto que levará espetáculos, shows, oficinas, intervenções, mostras, feirinhas, programação infantil e atividades recreativas para a Praça da Juventude, na Granja Portugal, e, eventualmente, para outras praças da cidade e instituições parceiras.

 

Na última quinta-feira (10), uma programação-piloto foi iniciada no Cuca Mondubim, com apresentação do espetáculo Compilation, da Cia Vatá. De sexta a domingo, uma enorme tenda montada na Praça da Juventude recebeu as apresentações artísticas do grupo Cordapés, com o espetáculo Brasil Conexão; das bandas Criokar, Kulatra e do Grupo Conexão Gangsta Caucaia (CGC); Falácia; Jack the Joker; programação infantil; B.Boys vs B. Boys Cypher, com Dj Tartaruga; e o espetáculo O Último Ensaio, da Cia Viv´arte.  

 

Rpraçadasartes CCBJ2Essa semana tem muito mais, com atividades no Cuca Mondubim e na Praça da Juventude. Na última semana de setembro, será a vez da Praça Santa Cecília receber a programação, que também contará com feirinha de produtos criativos e gastronômicos. Até a primeira semana de outubro, será lançada uma chamada pública para selecionar espetáculos artísticos para se apresentarem no Projeto.  

 

O Praça das Artes é uma realização do Dragão do Mar e do Governo do Estado do Ceará, através da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará. Conta com apoio do Porto Iracema das Artes, do Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura, da Polícia Militar do Estado do Ceará, do programa Ceará Pacífico, do Fecomércio / Sesc, da Rede Cuca e da Prefeitura Municipal de Fortaleza, via Secretaria Regional V, Coordenadoria da Juventude e da Secretaria Municipal de Segurança Cidadã.

 

Rpraçadasartes CCBJ4Segundo o presidente do Instituto Dragão do Mar, Paulo Linhares, o projeto é uma experiência que vem atender a demanda da comunidade. “O Bom Jardim tem tradição de bairro com grande potencial criativo. A criação de uma agenda cultural para a região cumpre o papel de democratizar o acesso à arte e cultura do nosso Estado e a ocupação da Praça dificulta a ação de criminosos no local”, afirma o Linhares.

 

 

Nova Diretoria, novos caminhos

 

Em agosto deste ano, o Centro Cultural Bom Jardim também passou por reformulações da equipe de trabalho. Uma nova diretoria foi criada para gerir o espaço, a Diretoria de Cidadania Cultural.

 

De acordo com a diretora Lina Luz, o centro cultural desempenha um importante papel no combate à violência e contribui para o fortalecimento do patrimônio individual e social do bairro. “Neste primeiro momento, assumimos o dever de estabelecer um diálogo permanente com a comunidade, com os artistas e com outras instituições que atuam na região. Para isso, realizamos, de 11 a 28 de agosto, os Interações Culturais, encontros de escuta e construção coletiva de novo plano de ações de formação e difusão para o Centro Cultural Bom Jardim, para 2016”, afirma Luz.  

 

Outra novidade, este ano, foi a inclusão do CCBJ na rota de apresentações artísticas da Temporada de Arte Cearense, composta por projetos selecionados através dos Editais Culturais 2015/2016 do Dragão do Mar. Para o diretor de Ação Cultural do Dragão do Mar, João Wilson Damasceno, a ação beneficia os artistas, que têm à disposição mais um espaço de difusão do seu trabalho, a partir da formação de plateias, e a comunidade, que pode usufruir de uma programação gratuita e de qualidade.

 

 

PROGRAMAÇÃO PRAÇA DAS ARTES DE SETEMBRO

 

 

17 DE SETEMBRO

 

? Espetáculo À Deriva

Com Alysson Lemos, Gabriela Jardim, David Santos, Edmar Cândido, Eric Vinícius e Leandro França

 

Um conjunto de experimentos na linguagem circense, uma parceria entre grupos e artistas
independentes de Fortaleza, um estado de deriva que nos conecta pela diversidade das formas de lidar com a criação. Um amontoado de ideias que se dissolvem na curta duração de um número. Com acrobacia de solo, mão a mão, corda lisa, pirofagia e palhaçaria.

 

19h30, no Teatro do Cuca Mondubim. Livre. 50 minutos.

 

 

18 DE SETEMBRO

 

? Espetáculo Nato

Grupo Laboral Crew – Direção: Erick Flor

 

Todos nós buscamos evoluir, mas isso é um processo pessoal em que as descobertas ocorrem dentro do mais simples. Estamos em busca de algo que torna cada ser único. Refletimos com nós mesmos desde o despertar ao nosso momento de êxtase. Exaltamos a dança através de movimentos comuns aplicados a técnicas das Danças Urbanas, deixando em aberto a questão: “nascemos para fazer o que?”.

 

18h30, na Praça da Juventude. Gratuito.

 

 

? Espetáculo dos Sonhos

Com o Mágico Goldini

 

O show mostra uma performance bem variada de efeitos mágicos, capaz de despertar o interesse do público de todas as idades. O show vai além do entretenimento. Mágicas interativas e cheias de suspense e humor vão encantar e marcar a plateia.

 

19h30, na Praça da Juventude. Gratuito.

 

 

? Show com a banda Danchá

 

Danchá é uma banda de música contemporânea brasileira, natural de Fortaleza, Ceará. É o encontro do cantor, violonista e compositor Danilo Guilherme com o trio instrumental Chacomdéga. O grupo apresenta o show com repertório das músicas que estão no seu primeiro disco a ser lançado. Dentre as canções está Escolher Pra Quê, parceria de Danilo Guilherme e Fernando Catatau.

 

20h30, na Praça da Juventude. Gratuito.

 

 

DIA 19 DE SETEMBRO

 

? Exibição do filme O Homem que Engarrafava Nuvens

Direção: Lírio Ferreira

 

Dirigido por Lírio Ferreira, o premiado diretor de Árido Movie, Cartola e Baile Perfumado, esse documentário musical conta a história de Humberto Teixeira, o Doutor do Baião, o compositor por trás de clássicos como Asa Branca, uma das canções mais populares do Brasil.

 

18h, na Praça da Juventude. Gratuito.

 

 

? Banda Solos

 

A Banda Solos surgiu em julho de 2014 na tentativa de reunir a antiga formação que já existia no bairro do Bom Jardim desde 2009, na época, O Bom do Vixe!. Por um determinado tempo, os integrantes seguiram, cada um, caminhos diferentes, mas sem deixar o gosto pela boa música e os laços de amizade, causa principal desse reencontro que gerou a Tocaà10 (primeiro nome da formação de 2014) e posteriormente Banda Solos.

 

A nova proposta da banda é trabalhar com músicas autorais aliando a releituras da MPB. Em dezembro de 2014, tiveram a oportunidade de participar da Mostra Bom Jardim, no Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura. E, em abril de 2015,na Mostra de Talentos do CUCA Mondubim.

 

19h30, na Praça da Juventude. Gratuito.

 

 

? Andes
Show O som de três

 

Formada em 2005, ANDES vem crescendo no cenário do rock alternativo cearense e nacional, através de suas músicas que trazem letras subjetivas e um som pesado. Tendo influências de bandas como Tool, A Perfect Circle, Cog, Karnivool, Muse e Soundgarden, surgiu em Fortaleza, a banda vem para mostrar que não está no mercado para fazer música seguindo padrões e sim para criar sua própria identidade.

 

Com 10 anos de existência, a banda traz alguns trabalhos sendo o mais recente, um EP de seis faixas, intitulado ‘Existencial’ (2013), que em seu lançamento contou com a participação da banda Several (AM). Logo após o lançamento no teatro Boca Rica, contou também com uma turnê por diversas cidades do Ceará e shows em São Luís (MA), Mossoró (RN), Teresina (PI) e Manaus (AM).

 

Formada por Carlos Ramos (guitarra e vocais), Anderson Rodrigues (baixo) e Clinton Pinheiro (bateria), a banda soma às apresentações os prêmios de melhor banda alternativa do estado do Ceará, realizado pela Rock Cunder e segundo melhor CD Conexão Norte/Nordeste, realizado pela Rádio Manifesto Norte, em Manaus. Tem também material de vídeo clipe recém-lançado, o Rapture, segunda faixa EP Existencial. Atualmente, o grupo encontra-se em fase de produção de seu novo álbum, ainda sem título, sendo produzido pelo músico e produtor Bruno Prestes. Lançamento previsto para segundo semestre de 2016.

 

21h, na Praça da Juventude. Gratuito.

 

 

 

? Banda Filhos do Dragão

21h, na Praça da Juventude. Gratuito.

 

 

DIA 20 DE SETEMBRO

 

 

? Feira Papoco Cultural

 

Uma feira de comidinhas de rua, produtos artesanais e produtos criativos com expositores do Grande Bom Jardim.

16h, na Praça da Juventude. Gratuito.

 

 

? Projeto LAGARTA PINTADA

Direção: Francisco José e Letícia Silva

 

Programa lúdico educativo que proporciona ao público infantil momentos de lazer e criação através de atividades de pintura e desenho livre, jogos, cantigas de roda e brincadeiras da cultura tradicional popular.

 

16h, na Praça da Juventude. Gratuito.

 

 

? Espetáculo O Pequeno Papa Sonhos

Grupo Drupe Ludicidade – Direção: Eves Farias

 

Espetáculo lúdico em que as aventuras são contadas e cantadas ao som de canto e percussão, proporcionando ao público uma interessante experiência cultural com um fabuloso universo de mistério e fantasia. A Trupe Ludicidade convida o público para um encontro com a cultura tradicional africana sob a sombra do Baobá do imaginário.

 

17h, na Praça da Juventude. Gratuito.

 

 

? Orquestra Popular do Nordeste

 

A Orquestra Popular do Nordeste, OPM, toca a sua terra através da música elaborada em uma fusão de escolas. O erudito e o popular unem suas vozes para manifestar a riqueza cultural da região, rica em ritmos, melodias e tradições populares. Baião, xote, choro, frevo se dança aos sons de violinos, flauta e clarinete, a marcação é de pandeiro, violão e cavaco.

 

18h, na Praça da Juventude. Gratuito.

 

 

25 DE SETEMBRO

 

 

? Espetáculo Acunha Menino!

Grupo de Dança Silvana Marques/CCBJ

 

É uma pesquisa em dança da cultura nordestina, que evidencia a religiosidade, a alegria e a festividade do povo cearense. Um estudo do folclore, das tradições e do fazer prazeroso sem necessidades de significação. “Eu sou de uma terra que o povo padece Mas não esmorece e procura vencer. Da terra querida, que a linda cabocla De riso na boca zomba no sofrer, Não nego meu sangue, não nego meu nome, Olho para a fome, pergunto o que há? Eu sou brasileiro, filho do Nordeste, Sou cabra da Peste, sou do Ceará” (Patativa do Assaré).

 

18h, na Praça Santa Cecília. Gratuito.

 

 

? Espetáculo de dança À Beira de…

Centro de Experimentação em Movimento – Direção: Silvia Moura

 

Um estado…momentâneo ou não. Estarrecedor. A necessidade de estancar para daí conseguir falar sobre algo ou sobre uma sensação causada por várias insatisfações. O desejo do nada se estabelecendo por ter tantos acúmulos… Sons de coisas caindo no chão, estilhaços, imagens de mãos segurando algo que….quase caiu.

 

Esse trabalho trata da busca por um estado de presença que estabeleça com o público uma relação de casualidade. O público ilumina o espetáculo e é levado a procurar um lugar para conseguir ver o trabalho da forma que lhe for menos arriscado. É proposto ao público segurar o objeto que pode cair, escolher um lugar para ficar, escolher que parte do trabalho deve ser iluminada. Uma interação direta e que é parte da composição do trabalho.

 

20h, na Praça Santa Cecília. Gratuito.

 

 

? Aguardente Blues

Projeto musical autoral que abrange diversas vertentes, do blues ao rock n roll, passeia também por ritmos como o folk, o funk, o soul e o country. Com arranjos elaborados, guitarras que passeiam por vários timbres, letras inteligentes e instigantes, a banda Blues’n’Roll tem como proposta incendiar a plateia com shows eletrizantes, mostrando o novo cenário autoral cearense, a metamorfose artística em suas novas elaborações e cinco cidadãos exalando em seus instrumentos a irreverência de suas mentes.

 

21h, na Praça Santa Cecília. Gratuito.

 

 

26 DE SETEMBRO

 

 

? Exibição do documentário Defensorxs

Direção: Bruno Xavier, Pedro Rocha, Roger Pires, Yargo Gurjão

Nas cinco regiões do Brasil, homens e mulheres defendem a justiça social: a garantia dos direitos fundamentais para todos os humanos. Em capítulos, DEFENSORXS ativa a indignação dos lutadores sociais, mas também a potência que faz avançar as reivindicações dos mais oprimidos.

 

18h, na Praça Santa Cecília. Gratuito.

 

 

? Banda Gueto Roots

Surgiu em 2009 como um espaço de convivência e comercialização da arte urbana, onde os idealizadores tinham trabalhos independentes envolvendo música. De atelier de arte a projetos sociais, a ideia e a vontade de trabalhar com a arte foram crescendo até surgir a necessidade de fazer com que todas essas expressões se tornassem uma só. Roni Flow, Gab Savir, Carol Rebouças, Rodrigo Revolução. Jovens que procuram expressar da melhor forma suas ideias, vivências e pensamentos, mesclando reggae, rap, MPB e vertentes regionais. Quebrando os paradigmas da sociedade de ligar determinado estilo musical a determinado público.

 

19h, na Praça Santa Cecília. Gratuito.

 

 

? CGC – Conexão Gangsta Caucaia

 

Grupo de rap cearense fundado em 2005 (antiga Branca Forte). De caráter militante em prol da melhoria sócio-educacional das periferias, denuncia as mazelas sociais, despertando o senso crítico através da cultura hip-hop, no segmento gangsta rap.

 

É formado pelos integrantes Al-Kidoc (intérprete/ compositor e produtor musical), Afra (intérprete/ compositor e produtor musical), Daniel (intérprete/ composto), Leo Montrin (intérprete /compositor), Leo Karin (intérprete), Bel (intérprete) e preto Z.O (intérprete), todos residentes e atuantes na Caucaia. Influenciados por grupos renomados do Rap nacional e por homens de pensamento revolucionário na história da humanidade.

 

21h, na Praça Santa Cecília. Gratuito.

 

 

27 DE SETEMBRO

 

? Feira Papoco Cultural

 

Uma feira de comidinhas de rua, produtos artesanais e produtos criativos com expositores do Grande Bom Jardim.

 

16h, na Praça da Juventude.

 

 

? Projeto LAGARTA PINTADA

Direção: Francisco José e Letícia Silva

 

 

Programa lúdico-educativo que proporciona ao público infantil momentos de lazer e criação através de atividades de pintura e desenho livre, jogos, cantigas de roda e brincadeiras da cultura tradicional popular.

 

16h, na Praça da Juventude.

 

 

? Contação de História “História de Andarilhos”

Grupo Teruá

 

Numa celebração à literatura de cordel, aos rabequeiros, cantadores, feirantes e artistas populares, o grupo Teruá traz para crianças e adultos o espetáculo Histórias de Andarilhos, uma contação de histórias com música e imaginação própria da oralidade popular.

 

16h, na Praça Santa Cecília. Gratuito.

 

 

? Flor Amorosa

 

O grupo é composto por mulheres que se reúnem semanalmente e transformam ensaios abertos em espetáculos. No repertório, nomes conhecidos do choro como: Pixinguinha, Chiquinha Gonzaga, Antonio Callado e Luiz Gonzaga. O quarteto é composto por Clarisse Aires (flauta), Clara Galvão (cavaquinho), Gigi Castro (violino) e Fabiana Brogliato (pandeiro). Esse ano o grupo comemora dois anos de existência.

 

17h, na Praça Santa Cecília. Gratuito.

 

 

? Espetáculo A Granja

Grupo Nóis de Teatro – Direção: Altemar Di Monteiro

 

O espetáculo “A Granja” estreou em maio de 2009 e hoje é, para o Nóis, o nosso contato mais forte com a linguagem popular e brincante do teatro de rua tradicional. Surge pela necessidade de narrar as inquietações dos artistas do grupo enquanto moradores de um bairro de periferia. O cotidiano, as conquistas e os problemas urbanos das favelas são apresentados, discutindo, em cena, as relações de opressor e de oprimido estabelecidas nas lutas de classe.

 

Utilizando como referência a obra “Ubu Rei”, de Alfred Jarry, o texto fala de como “Zé da Granja” se tornou um grande imperador, revelando o controle social, a alienação popular e a territorialização das favelas. Com poesia popular e brincadeira, o espetáculo propõe um ato novo, tão difícil de encontrar na atual sociedade: a possibilidade da construção do pensar.

 

20h, na Praça Santa Cecília. Gratuito.

 

 

 

Fotos: Ton Almeida/Instituto Dragão do mar

 

 

21.09.2015

Luar Maria Brandão
Assessoria de Comunicação
Instituto Dragão do Mar (Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura, Centro Cultural Bom Jardim e Escola de Artes e Ofícios Thomaz Pompeu Sobrinho)
Telefones: 85 3488.8625/ 8970.8081

 

Giselle Dutra
Gestora de Célula/ Secretarias

 

Governo do Estado do Ceará
Coordenadoria de  Imprensa – Casa Civil