Secretarias, vinculadas e representantes da sociedade civil discutem ‘Carta por Um Ceará Agroecológico’

6 de outubro de 2015

Secretários de estado e gestores de órgãos vinculados se reuniram nesta segunda-feira (5) na Secretaria do Meio Ambiente (Sema) para discutir o Plano Estadual de Agroecologia como instrumento de gestão. Estiveram presentes os chefes das pastas do Meio Ambiente, Artur Bruno, e do Desenvolvimento Agrário, Dedé Teixeira; além do Assessor Especial de Acolhimento aos Movimentos Sociais Acrísio Sena; o superintendente do Instituto do Desenvolvimento Agrário do Ceará Eduardo Barbosa; e os participantes do Movimento Ceará Agroecológico. Durante o encontro, eles debateram as diretrizes do Movimento, a minuta da Lei do Agrotóxico, a realização de um seminário envolvendo todos os segmentos quer governamentais ou não, os Sete Cearás e o Plano Plurianual.

 

Para o secretário Artur Bruno, a discussão é fundamental para atender a necessidade de políticas públicas que avancem na compreensão de convivência com Semiárido, observando as sugestões dos fóruns existentes de convivência com a seca, de Mudanças Climáticas, do Agrotóxico entre outros.

 

Já Acrísio Sena sugeriu que o gabinete do governador coordene esse processo, reforçando a articulação das ações no estado. Nicolas Fabre, da Aprece, explicou que a agroecologia tem como substanciar novas formas de pensar a mudança de mentalidade, de se fomentar uma reestruturação fundiária avaliando a capacidade de suporte dos ecossistemas. Os participantes receberam uma cópia da Carta por um Ceará Agroecológico para acompanhar as discussões. E a próxima reunião multi-setorial já ficou agendada para próximo dia 13, às 14h, na SDA, para dar continuidade a discussão.

 

 

06.10.2015

 

Elizabeth Rebouças
Assessora de imprensa da Secretaria do Meio Ambiente
85 3101.1235 | 98848.2022
elizabeth.reboucas@sema.ce.gov.br

 

Sabrina Lima
Gestora de Célula/Secretarias

 

Coordenadoria de Imprensa da Casa Civil
Governo do Estado Ceará
85 3466.4898