Lacen faz mutirões de exames de DNA nos dias 22 e 23

21 de outubro de 2015

Toda criança tem direito de ter em seus documentos o nome do pai e da mãe. Na rede pública, esse direito é garantido pelo Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen), unidade da Secretaria da Saúde do Estado responsável pela realização de exames de DNA para confirmação de paternidade. O laboratório atende aos pedidos de coletas para testes de paternidade encaminhados pela Defensoria Pública do Estado, e ainda pelos Núcleos de Mediação e de Justiça Comunitária e os Conselhos Tutelares. O serviço é ofertado durante todo ano na capital e no interior, através de mutirões. E os próximos já estão agendados. Acontecerão nos dias 22 e 23 de outubro, quinta e sexta-feira, no Laboratório Regional de Sobral, localizado na Avenida José Euclides Ferreira Gomes, 825. Na quinta-feira o atendimento será das 10 às 17 horas, com intervalo ao meio dia e retorno das atividades às 14 horas e na sexta-feira, das 8 às 12 horas.

 

Responsável pelos exames desde janeiro de 2009, o Lacen já realizou até setembro desde ano 21.292 testes de paternidade, sem custo nenhum para as famílias. Antes do laboratório assumir os testes, a fila de espera era longa, com espera de até cinco anos. Isso porque a procura era superior aos 50 exames feitos por mês, através do convênio que a Secretaria da Saúde tinha com a Universidade Federal do Ceará. Hoje não há fila de espera. E até setembro deste ano 2.105 testes foram feitos. Após a coleta do material, o exame é entregue em aproximadamente um mês. Além da sede em Fortaleza, o laboratório também faz coletas no interior do Estado, através de suas unidades do Crato, Icó, Juazeiro do Norte, Senador Pompeu e Tauá.

 

O exame é normalmente realizado com a coleta de uma pequena amostra da mãe, do filho ou do pai. E também pode ser feito através de amostra de células bucais (boca, bochecha e saliva) coletadas através de um kit de teste de DNA. Após o resultado da análise e do cruzamento de informações obtidas através destas amostras é verificada a probabilidade de paternidade.

 

 

21.10.2015

 

Assessoria de Imprensa -Lacen/CIDH/IPC
Suzana de Araújo Mont’Alverne ( suzana.alverne@lacen.ce.gov.br / 85 – 3101.1488 / 9 98026980)

 

Giselle Dutra
Gestora de Célula / Secretarias

 

Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado
Casa Civil
comunicacao@casacivil.ce.gov.br / (85) 3466.4898