Festival Internacional de Folclore: delegações visitam a Secult

20 de novembro de 2015

Sede da Secult, no edifício do Cineteatro São Luiz, na Praça do Ferreira, recebeu delegações do Chile, Paraguai, Espírito Santo, Paraíba, Alagoas e Pará nesta sexta-feira (20)

 

Uma tarde de encontro com culturas. Assim foi esta sexta-feira (20), na Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult), que recebeu em sua sede, no edifício do Cineteatro São Luiz, na Praça do Ferreira, delegações do Chile, Paraguai, e dos estados do Pará, Paraíba, Alagoas e Espírito Santo. O encontro foi uma das atividades do Festival Internacional de Folclore, que acontece até domingo (22), na Praça Verde do Centro Dragão do Mar, com apoio da Secult, e contará com apresentação de grupos de cultura popular desses países e estados. Tudo com entrada franca.

As delegações que visitaram a Secult foram recebidas pelo secretário da Cultura do Estado do Ceará, Guilherme Sampaio, pelo secretário adjunto, Fabiano dos Santos, e pela secretária executiva, Ana Maria Fontenele. “Em nome do governador Camilo Santana, sejam todos muito bem-vindos ao Ceará, para este festival de grande importância para a nossa cultura e de destaque nacional e internacional”, ressaltou Guilherme Sampaio.

 

“É com imensa honra e muita satisfação que o povo do Ceará os recebe para essa celebração da cultura, da arte, da diversidade. Agradecemos pela presença de vocês e por todas as tradições e saberes que vocês representam”, acrescentou o secretário, citando que a cultura popular tradicional ocupa lugar de destaque na política cultural do Estado. “Vocês visitam nosso Estado em um momento muito importante para a política cultural do Ceará, em que ela tem um destaque inédito, uma dimensão maior para a política de desenvolvimento do Estado como um todo, inclusive com o compromisso do governador Camilo Santana em triplicar o orçamento do Governo para a cultura”, destacou.

 

Do Pará à Paraíba, do Paraguai aos Andes

 

A diversidade de culturas, manifestações e tradições estava clara no figurino dos integrantes das delegações, que compareceram caracterizados e entregaram presentes ao secretário da Cultura do Estado. “Nosso grupo tem 28 anos de atividade e sempre tivemos um sonho de vir ao Nordeste, mais do que ir para fora do País”, testemunhou Hilderson Jacob, do grupo Pommerland, do Espírito Santo, que mantém viva a cultura dos pomeranos (que se dividiram entre a Polônia e a Alemanha, após a Segunda Guerra Mundial). “Estou impressionando com a quantidade de teatros que vocês têm aqui e com a beleza da cultura de vocês”, relatou.

 

Já os chilenos Oscar Retamal e Daniela Grandon destacaram a necessidade de preservar e valorizar o folclore, com mais conhecimento mútuo entre o Brasil e os demais países sul-americanos. O grupo integrado pelos dois esteve no Lar Menino Jesus, apresentando-se para as crianças. “Foi uma grande alegria mostrar a nossa cultura e colocar um sorriso no rosto dos meninos”, contou Hilderson Jacob, sobre a experiência proporcionada pelo festival.

 

“Como diz o poeta Antonio Machado, da Andaluzia, tudo que sabemos, sabemos entre todos”, enfatizou o secretário adjunto da Cultura, Fabiano dos Santos, cumprimentando os chilenos, que visitaram uma escola no bairro do Pirambu.

 

Do carimbó ao tererê

 

Luís e Marília Santos, de um grupo de carimbó do Pará, presentearam o secretário  com um CD da banda. Carla Kohl e Irvine Delgado, do Paraguai, entregaram uma garrafa térmica típica pra se tomar o tererê. “É um presente bem paraguaio”, destacou Carla, cujo grupo já recebeu a presença dos cearenses do Fulô do Sertão, com apoio da Secult.

 

Roger Ayres, mestre em folclore pela Universidade Federal da Bahia, é um dos integrantes da delegação de Alagoas, cujo grupo mantém atividades desde 1976. “Nossa comemoração de 40 anos do grupo começou muito bem, aqui no Ceará, com esse mar que tem tons de cores inimagináveis, é o Caribe do Brasil. São incríveis as nossas semelhanças, na arquitetura, no vocabulário”, enfatizou.

 

Adriano Souza e Juliana Souza, do Grupo Parafolclórico Jacoca, da Paraíba, também destacaram a alegria em participar do Festival de Folclore em Fortaleza. “nosso grupo atua há 14 anos, e é muito difícil de manter essa cultura viva”, relataram os brincantes, que também promovem no município de Conde, da Paraíba, um festival de cultura popular.

 

Confira a programação completa do Festival Internacional de Folclore: http://bit.ly/1O7XQbT

 

20.11.2015

 

Assessoria de Imprensa da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará
Dalwton Moura, Clovis Holanda, Lucas Benedecti, Paula Candice
(85) 3101-6761 / secultmkt@gmail.com

 

Giselle Dutra
Gestora de Célula/ Secretarias

 

Coordenadoria de imprensa do Governo do Estado
Casa Civil
comunicacao@casacivil.ce.gov.br / 85 3466.4898