Em 2015, Hospital Albert Sabin realiza mais exames e cirurgias que no ano anterior

5 de janeiro de 2016

TOTAL DE EXAMES E CIRURGIAS NO HOSPITAL INFANTIL ALBERT SABIN

A estatística deve ficar ainda maior quando os dados referentes ao mês de dezembro de 2015 forem finalizados e adicionados. Entre os atendimentos realizados em dezembro, está o da menina Maria Eduarda Campos Pereira, de apenas cinco anos. Diagnosticada com diarreia aguda durante o Natal, Maria Eduarda e a mãe, a dona de casa Maria de Lurdes Campos Pereira, tiveram de passar o réveillon na internação do Albert Sabin.

alt

“Começou com uma diarreia, dor na barriga, e aí veio a febre. A gente trouxe ela para o hospital, primeiro encaminharam para os exames e aí descobriram a infecção, teve de internar”, contou a mãe. Maria Eduarda, assim como as outras 310 crianças internadas nas unidades assistenciais do Albert Sabin durante as festas de fim de ano são apenas alguns exemplos dos atendimentos que devem contribuir para o aumento dos atendimentos números as estatísticas.

Para se ter uma ideia, a media mensal de exames realizados também entre, janeiro e novembro de 2015, foi de 100.786. Enquanto em 2014 essa média foi de 85.927. Ressaltando que o HIAS realiza exames de baixa e alta complexidade, como mielogramas, tomografia, ressonância magnética, densitometria óssea, teste do suor, entre outros. Já os procedimentos cirúrgicos tiveram uma média mensal de 790 atendimentos por mês em 2014. Média que, em 11 meses de 2015, já chega a 867.

Somente Maria Eduarda, que permaneceu internada entre 26 de dezembro e 4 de janeiro, realizou nove exames/procedimentos. “Passar o réveillon no hospital foi ruim por um lado, por estar longe de casa. Mas, por outro lado, foi bom porque estávamos cuidando da saúde da minha filha e ela teve tudo que precisou aqui”, afirmou a mãe da paciente, Maria de Lurdes.

Entre janeiro e outubro de 2015 foram realizados 42.433 atendimentos na emergência do hospital, o que equivale a uma média de 4.198 por mês. Já no mesmo período de 2014, foram feitos 45.644 atendimentos no setor, uma média de 4.378 mensais. A emergência , no entanto, atuou com o mesmo empenho e capacidades nos dois anos. A direção do hospital  acredita que a redução no número de atendimentos se deve aos pais das crianças que, cada vez mais, estão mais atentos aos filhos e procurando atendimento médico com mais antecedência. O aumento no número de exames não é a toa. Com os exames os médicos têm diagnósticos precoces e já iniciam o tratamento.

O Albert Sabin garante aos pacientes assistência em diferentes especialidades durante todo o tratamento. O atendimento ambulatorial, ou seja, as consultas com os médicos especialistas, tem apresentado média semelhante em 2014 e em 2015, ambas superiores a 17 mil por mês. O hospital conta com pediatras, geneticistas, neurologistas, pneumologistas, gastroenterologias, alergologistas, hematologistas, entre outras especialidades, além de uma equipe de serviço social e nutricionistas preparada.

05.01.2016

Assessora de Comunicação do Hias
Diana Vasconcelos
(85) 3256-1574
imprensa@hias.ce.gov.br

Ana Martins
Gestora de Célula/ monitoramento

Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado
Casa Civil
comunicacao@casacivil.ce.gov.br  / 85 3466.4898