Saúde reúne diversos setores para promover a vida no trânsito

15 de janeiro de 2016

Nesta segunda-feira, 18 de janeiro, a Secretaria da Saúde do Estado reúne representantes de diferentes órgãos e instituições das áreas de saúde, trânsito, educação e lazer para discutir e desenvolver ações intersetoriais na prevenção e controle de acidentes de trânsito. A reunião ocorrerá das 8h30min às 11h30min, no auditório da Sesa, na Avenida Almirante Barroso, 600, Praia de Iracema, Fortaleza. Um dos objetivos é potencializar as ações que já são desenvolvidas por cada instituição a partir da nova campanha do Governo do Estado, que está no ar há um mês, com o tema “Seja você a mudança no trânsito. Respeite a vida” e tem a participação voluntária de humoristas, cantores e jogadores de futebol.

“No Ceará, com a implantação de projetos urbanísticos de promoção da mobilidade para cidades saudáveis e a prevenção de controle dos acidentes de trânsito desenvolvidos nos últimos anos, envolvendo diversos setores da sociedade, têm contribuído para uma tendência, embora discreta, nas taxas de mortalidade por acidentes de trânsito entre os ocupantes de veículos e pedestres”, afirma Augediva Jucá Pordeus, técnica da Coordenadoria de Promoção e proteção à Saúde da Sesa, responsável pela área de Doenças e Agravos Não Transmissíveis. Ela observa, entretanto, que “a mortalidade entre os motociclistas ainda se constitui num grande desafio a ser enfrentado, com taxas crescentes de internação hospitalar”.

Em 2014, foram registradas no país mais de 127 mil internações devido a acidentes de trânsito envolvendo motociclistas, o que representou um gasto de R$ 183,1 milhões para o Sistema Único de Saúde (SUS). No Ceará, em 2014, foram registradas 732 mortes. A partir de 2010, o maior número de óbitos ocorreu em 2012, com 841 mortes de motociclistas e garupeiros, conforme o Sistema de Informação sobre Mortalidade (SIM), do Ministério da Saúde. No Ceará, em 2014, somente no Hospital Regional do Cariri (HRC), da rede pública do Governo do Estado referência em trauma para toda a macrorregião do Cariri, foram realizados 3.782 atendimentos a motociclistas acidentados, com 14 mortes.

Com base na experiência da Política Nacional de Redução dos Acidentes de Trânsito, o Brasil assumiu frente a organismos internacionais o compromisso de reduzir em 50% as mortes e lesões causadas pelos acidentes de trânsito até o ano de 2021, a partir de ações propostas no Projeto Vida no Trânsito do Ministério da Saúde em parceria com outros setores da sociedade. O projeto, desde 2011, assegura a realização de ações intersetoriais nas áreas de educação, engenharia de trânsito e integração de bancos de informação para identificar fatores de risco aos acidentes e pessoas mais vulneráveis e assim desenvolver medidas de prevenção de acidentes.

No Ceará, através do Projeto Vida no Trânsito, a Secretaria da Saúde do Estado em parceria com o Detran/Ce e a Secretaria de Educação do Estado, promove ações educativas que envolvem professores da rede de ensino. Na capital, já foram capacitados 160 professores com o Projeto Vida no Trânsito. No próximo mês de março, a capacitação será com professores de escolas da Região Metropolitana. Além das capacitações que preparam os professores para desenvolver ações e atividades que promovam a vida no trânsito, no Ceará, o Governo do Estado reduziu o imposto sobre capacete dos motociclistas de 12% para 7% como forma de incrementar o uso pelos motociclistas. O capacete é o item de segurança mais importante para os motociclistas, mas nem todos fazem do uso um hábito. Segundo a Pesquisa Nacional de Saúde, divulgada em 2015 pelo Instituto de Geografia e Estatísticas (IBGE), 67,5% dos motociclistas no Ceará sempre utilizam capacete. Pelo levantamento, 32,5% dos motociclistas no Estado não têm como hábito o uso do capacete.

Entre os órgãos e instituições que devem participar da reunião desta segunda-feira, 18, na Sesa, estão: Sindicato dos Mototaxistas do Ceará, Sindicato dos Taxistas do Ceará, Sindicato das Empresas de Ônibus, Sindicato dos bares e Restaurantes de Fortaleza, Sindicato dos Barraqueiros da Praia do Futuro, Detran, AMC, Conselho Estadual de Saúde, Conselho das Secretarias Municipais de Saúde, Secretaria de Educação do Estado, Secretaria de Educação de Fortaleza, Instituto Dr. José Frota, Federação dos Agentes Comunitários de Saúde, UPAs 24h.

A PROGRAMAÇÃO

  8h30min às 9h

Credenciamento

  9h às 9h30min

Apresentação do objetivo da reunião e das instituições presentes

  9h30min às 10h

Apresentação do perfil epidemiológico dos acidentes de trânsito no Ceará e Projeto Vida no Trânsito.

Técnica da área de Doenças e Agravos Não Transmissíveis, Augediva Jucá Pordeus

  10h às 11h

Discussão sobre integração de atividades de educação de trânsito para elaboração e desenvolvimento de um plano intersetorial.

  11h às 11h30min

Entrega de kits educativos da campanha “Seja você a mudança no trânsito. Respeite a vida” e agendamento de distribuição com as instituições para o desenvolvimento do plano intersetorial.

15.01.2016

Assessoria de Comunicação da Sesa
Selma Oliveira / Marcus Sá / Helga Rackel ( selma.oliveira@saude.ce.gov.br / 85 3101.5221 / 3101.5220)
Twitter: @SaudeCeara
www.facebook.com/SaudeCeara

Giselle Dutra
Gestora de Célula / Secretarias

Coordenadoria de imprensa do Governo do Estado
Casa Civil
comunicacao@casacivil.ce.gov.br    / 85 3466.4898