Chuvas de janeiro estabilizam nível dos reservatórios no Ceará

22 de janeiro de 2016

As chuvas que estão atingindo a maior parte dos municípios do estado no primeiro mês de 2016 ajudam a estabilizar o nível dos reservatórios cearenses. Atualmente, a média geral de volume d’água nos 153 reservatórios monitorados pela Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh) se mantém em 12,1%. “A importância dessas chuvas é garantir que não se tenha perda de volume d’água, o que já nos ajuda nesse começo de ano. Isso, juntamente com a série de ações que vem sendo planejadas e desenvolvidas desde 2015, fazem com que não tenhamos nenhum município em colapso de abastecimento no Ceará”, explica o secretário de Recursos Hídricos, Francisco Teixeira.

 MVS7722 webO acompanhamento do cenário hídrico nas mais diversas comunidades do estado é feito semanalmente na reunião do Comitê de Monitoramento da Situação do Semiárido Cearense, que acontece no Palácio da Abolição, sob o comando do secretário-chefe de gabinete do Governo, Élcio Batista. Os encontros também são monitorados de perto pelo governador Camilo Santana. Nesta sexta (22), o grupo discutiu o andamento de obras de poços e adutoras espalhadas por todo o território cearense e já projetou novas ações para 2016. “Com o nosso esforço integrado, estamos conseguindo contornar situações mais delicadas, como as dos municípios de Quixeramobim, Salitre, Ibicuitinga, entre outros. Em Parambu, por exemplo, a chuva está ajudando bastante, mas mesmo assim, até o final da próxima semana, teremos mais 13 chafarizes  MVS7733 webequipados e entregues para a prefeitura da cidade. Agora, o que precisamos é buscar mais alternativas de abastecimento para a população cearense. A dessalinização em larga escala é uma delas e estamos pesquisando qual é a melhor tecnologia para implantar esse método aqui no Ceará”, anunciou Élcio Batista.

Participaram também da reunião do Comitê de Monitoramento o secretário-executivo dos Recursos Hídricos, Neném do Cazuza; o presidente da Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh), João Lúcio Farias; além de diretores, gestores e técnicos da Superintendência de Obras Hidráulicas (Sohidra), SRH, Cogerh e Cagece.

Prognóstico para os meses de fevereiro a março

Na última quarta-feira (20), a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) anunciou o prognóstico climático para os meses de fevereiro a abril de 2016. Segundo o órgão, será mantida a tendência da quadra chuvosa dos últimos 4 anos, com 65% de probabilidade das chuvas ficarem abaixo da média histórica no Estado – um aumento de apenas 1% em relação a 2015. Os dados indicam que existe ainda a probabilidade de 25% para chuvas em torno da média e 10% para que elas fiquem acima da média do período no Ceará.

Diante do prognóstico, o Governo do Estado mantém a execução das ações do Plano Estadual de Convivência com a Seca, dando continuidade ao trabalho iniciado no ano passado. Em 2015, foi realizado o maior programa de poços da história, executando quase 1.200 construções em área urbana e rural e a instalação de mais de 400 poços já existentes que estavam sem funcionar. Também seguem a conclusão de mais de 200 km de adutoras de montagem rápida, além da Operação Carro Pipa da Defesa Civil e do Exército Brasileiro, em áreas com menos acesso à água.

22.01.2016

Sabrina Lima
Gestora de Célula/Secretarias

Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado
Casa Civil / 85 3466.4898