Escola de Ensino Médio para 1.350 alunos é inaugurada em Amontada

5 de fevereiro de 2016

Governador Camilo Santana destacou avanço da educação durante entrega de EEM e títulos de regularização fundiária na cidade.

20160204212435  MG 4732 web1Reforçando a tendência de que a educação é uma das prioridades para 2016, os jovens de Amontada, a 157 quilômetros da Capital, receberam uma Escola de Ensino Médio (EEM) com toda a estrutura para um aprendizado de qualidade, um desejo antigo dos pais e estudantes. O governador Camilo Santana realizou a entrega na noite desta quinta-feira (4) da escola Professora Lídia Carneiro de Barros, localizada no distrito de Garças, que também vai matricular alunos dos distritos de Lagoa do Jardim, Mosquito e Tucuns. Na ocasião, o chefe do executivo também realizou a entrega de 300 títulos de propriedades do programa de regularização fundiária, beneficiando os trabalhadores rurais da região e suas respectivas famílias. A solenidade marcou o aniversário de 31 anos de emancipação política da cidade.

20160204213450  MG 4885 webO governador reforçou que a entrega de um equipamento dessa qualidade é fruto de um crescimento do ensino no Ceará ao longo dos anos. “Acreditamos que o principal caminho para uma sociedade justa é a educação. Hoje somos exemplo nacional. Essa escola que estamos inaugurando não deixa nada a desejar a nenhuma escola particular do Brasil. Ela tem ginásio coberto, laboratórios de alta tecnologia. Em breve estaremos transformando mais 26 escolas de tempo regular em tempo integral. Antes o que era público era julgado de feio ou para pobres. Mas é justamente por ser feito para quem mais precisa que as coisas precisam ser bonitas como essa escola”, disse.

Para construir, mobiliar e equipar a Escola de Ensino Médio (EEM) Professora Lídia Carneiro de Barros, foram investidos no equipamento R$ 4,5 milhões, provenientes dos Governos Federal e Estadual. Já os títulos de regularização fundiária são de iniciativa do Governo de Estado do Ceará, 20160204214928  MG 4988 webatravés da Secretaria do Desenvolvimento Agrário e do Instituto de Desenvolvimento Agrário do Ceará (Idace) e o Ministério do Desenvolvimento Agrário, através da Secretaria de Reordenamento Agrário e do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra).

Camilo destacou que a entrega dos títulos é decorrente de um trabalho que ele próprio tem acompanhado de perto há anos. “Hoje tenho o prazer de estar aqui entregando esses certificados para essas pessoas que trabalham arduamente e nem sempre são reconhecidos. Quando fui secretário do Desenvolvimento Agrário criei o programa de regularização fundiária pois descobrimos que 75% dos trabalhadores rurais não tinham posse das suas 20160204223541  MG 5184 web1próprias terras. Nosso objetivo é garantir a segurança dessas pessoas, seus filhos, para que eles possam declarar as terras como suas por direito e nada possa vir atrapalhar”, disse.

Declarando grande simpatia pelo município, o governador garantiu que ainda fará muitas obras na região. “O prefeito Paulo César me entregou alguns projetos e eu prometo que vou olhar com muito carinho. Vamos urbanizar a praia do Icaraí de Amontada, são quase R$ 7 milhões para deixar a cidade mais bonita e atrair mais turistas. Também vamos asfaltar as ruas do Centro, trabalhar em urbanização de praças. Podem ter certeza que ainda vamos reforçar muito a parceria entre Governo e prefeitura”, disse.

20160204215339  MG 5010 webA jovem Priscila Viana, que cantou para o governador o hino de Amontada ao lado da pequena Luana, se mostrou bastante satisfeita com a nova escola. “Antes estudávamos em locais improvisados. Ter uma escola com toda essa estrutura é um sonho para todos nós, que com certeza teremos uma motivação ainda maior para aprender. Muitos de nós nunca imaginou estudar em um lugar assim. Todos temos a ganhar com isso”,  disse ela.

Já o agricultor Francisco Pocitônio da Silva, proprietário do Sítio Garça, foi um dos que recebeu o título de regularização fundiária das mãos de Camilo Santana e não escondeu a alegria. “Quando eu 20160204223216  MG 5167 websoube que finalmente iria ganhar os direitos sobre as terras fiquei muito feliz. Com certeza vai ser muito bom para mim e toda a minha família, além do trabalho, é claro, que deve ficar cada vez melhor”, disse.

Estiveram também presentes na solenidade o o secretário do Desenvolvimento Agrário do Estado do Ceará, Dedé Teixeira; o secretário da Educação em exercício, Armando Simões; os deputados federais José Airton Cirilo e Odorico Monteiro; os deputados estaduais José Sarto, Moisés Braz, Manoel Duca e Elmano de Freitas; o prefeito de Amontada, Paulo César dos Santos; o superintendente do Idace, Eduardo Barbosa; o superintendente do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária no Ceará (Incra), Roberto Dutra Gomes, além de demais autoridades.

Escola Professora Lídia Carneiro de Barros

A estrutura dispõe de 10 salas de aula, com capacidade para atender até 1.350 alunos nos três turnos (manhã, tarde e noite), laboratórios de Informática, Física, Química, Biologia e de Matemática, sala para o Grêmio Estudantil, biblioteca e sala de vídeo. A escola terá ainda anfiteatro e quadra poliesportiva. Antes, as aulas nos quatro distritos aconteciam em prédios cedidos pelo município. A obra foi supervisionada pelo Departamento de Arquitetura e Engenharia (DAE), ligado à Secretaria da Infraestrutura (Seinfra).

A EEM ficará sob a responsabilidade da Coordenadoria Regional de Desenvolvimento da Educação (Crede) 2, sediada em Itapipoca. A rede estadual na região passa a contar agora com 43 escolas. Lá já existiam 28 de Ensino Médio, nove de Educação Profissional, duas de Ensino Fundamental e Médio, uma Indígena, uma Escola do Campo e um Centro de Educação de Jovens e Adultos (Ceja).

O nome da EEM é uma homenagem à professora Lídia Carneiro de Barros por sua contribuição para a educação local. Ela sediou durante muitos anos, em sua própria casa, uma escola onde estudavam seus filhos e as demais crianças da localidade de Cabatan.  A família da educadora doou o terreno para a construção da escola.

Regularização fundiária

O Programa de Cadastro Georreferenciado de Imóveis Rurais do Estado do Ceará é executado pelo Idace, vinculada a Secretaria do Desenvolvimento Agrário do Ceará – SDA, em parceria com o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária – Incra e a Secretaria de Reordenamento Agrário – SRA, do Ministério do Desenvolvimento Agrário.

Este programa tem como objetivo fortalecer o combate à pobreza rural e tem como foco principal a promoção da segurança jurídica do patrimônio fundiário do agricultor familiar e a extinção da grilagem de terras no espaço rural cearense.

A conclusão da regularização fundiária nos municípios possibilita a expedição de títulos de posse ao trabalhador rural que deixará de ser posseiro e obterá segurança do seu imóvel. além de possibilitar o acesso a todos, as linhas de financiamento de custeio e investimento oferecidas pelo Governo do Estado.

O programa já emitiu 44.526 títulos, contemplando 81 municípios e beneficiando 51.204 famílias.

Fotos: Tiago Stille

04.02.2016

Thiago Sampaio
Repórter / Célula de Reportagem

Sabrina Lima
Gestora de Célula/Secretarias

Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado do Ceará
Casa Civil / 85 3466.4898