SPD conclui 1º Ciclo de Monitoramento de comunidades terapêuticas de 2016

11 de fevereiro de 2016

Secretaria prepara lançamento de edital para seleção de novas unidades. Meta é ampliar as 572 vagas ofertadas

A Secretaria Especial de Políticas sobre Drogas (SPD) conclui, até o fim de fevereiro, o 1º Ciclo de Monitoramento de 2016 nas 22 Comunidades Terapêuticas (CTs) conveniadas com a pasta e com a Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas (Senad) para o acolhimento de pessoas com problemas relacionados ao uso ou dependência de álcool e outras drogas no Ceará.

O trabalho teve início em janeiro passado e vem sendo realizado por técnicas da Coordenadoria de Políticas sobre Drogas (Copod) da SPD. O objetivo é identificar as unidades que apresentam condições adequadas para acolhimento, incluindo higiene, limpeza, alimentação e oferta de atividades de autocuidado, dentre outros itens.

O monitoramento inclui, ainda, a visita a CTs instaladas em diversos municípios cearenses, porém, ainda não conveniadas com a SPD. A ideia é conferir o funcionamento das unidades e agilizar parcerias, além de sugerir adequações com base na política estadual sobre drogas.

As comunidades terapêuticas são espaços dedicados a receber pessoas que apresentam dependência de álcool e outras drogas. O tempo ideal de permanência varia de seis a nove meses, de acordo com a situação de cada pessoa, podendo durar, no máximo, 12 meses.

No período de acolhimento, são realizadas atividades recreativas voltadas à espiritualidade e autocuidado, entre outras ações que favoreçam o retorno da pessoa à sociedade, a exemplo de cursos de qualificação profissional. As atividades ampliam as oportunidades de melhoria da autoestima e a obtenção de colocação no mercado de trabalho após o término do tratamento.

Titular da SPD, a secretária Mirian Sobreira lembra que o monitoramento é um trabalho constante da pasta numa forma de assegurar o atendimento e a oferta de serviços de qualidade aos acolhidos nas comunidades terapêuticas.

Edital

Em paralelo ao trabalho de monitoramento, a SPD finaliza a elaboração de edital de seleção de CTs para o ano de 2016. O documento será lançado até o final deste mês. A ideia é contar com unidades de acolhimento em todas as macrorregiões do Ceará, além da ampliação das vagas. Atualmente, o Sistema Acolhe Ceará dispõe de 572 vagas nas CTs. A maioria fica localizada na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF).

11.02.2016

Assessoria de Comunicação da Secretaria Especial de Políticas sobre Drogas (SPD)
Lena Ximenes / 85 98902.7939 / comunicacao@spd.ce.gov.br

Ciro Câmara
Gestor de Célula / Secretaria

Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado
Casa Civil
comunicacao@casacivil.ce.gov.br / (85) 3466.4898