Projeto de regulamentação do Parque do Cocó é pauta da reunião do Coema

2 de junho de 2016

Os projetos do Governo do Estado Teleférico de Barbalha, Barragem Jucá, e proposta para criação de unidades de conservação do Parque do Cocó serão pautas apreciadas e votadas pelo Conselho Estadual do Meio Ambiente (Coema) nesta quinta-feira (2), a partir das 14h, no auditório Régia Nântua da Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace). Na ocasião, também será discutido e votado pareceres técnicos de um complexo eólico no município de Amontada.

Essa será a 241ª Reunião Ordinária do Conselho, que contará com a apresentação e votação dos projetos de licenciamento em pauta. O momento servirá para que os membros do colegiado possam fazer considerações e validar os pareceres dos projetos. Além dos representantes do Coema estarão presentes a secretária executiva do Meio Ambiente, Maria Dias, e o vice-presidente e superintendente da Semace, Ricardo Araújo. A proposta de criação de UCs do Cocó será apresentada pela secretária executiva do órgão, Maria Dias.

O Parque do Cocó terá 1.056ha, superando o Ibirapuera, em São Paulo (221ha), e o Central Park (341ha), em Nova York. A proposta cria ainda três Áreas de Relevante Interesse Ecológico (ARIE) – Dunas do Cocó, do Rio Cocó e das Dunas da Cidade 2000 –, que somadas a mais quatro unidades de conservação municipais – Parque Adahil Barreto, Área de Preservação Ambiental (APA) da Sabiaguaba; Parque Natural de Sabiaguaba e ARIE Municipal Dunas do Cocó –, comporão um mosaico de áreas protegidas que somam 2.907ha.

Os empreendimentos Teleférico de Barbalha e Barragem Jucá são de interesse das secretarias das Cidades (SCidades) e Recursos Hídricos (SRH), respectivamente. O complexo eólico em Amontada é de interesse da empresa Atiaia Energias S.A. Os estudos ambientais dos projetos foram apresentados e validados em audiências públicas realizadas pela Semace.

02.06.2016

Demétrio Andrade
Jornalista
085.8814.8286
@demetrioandrade
/DemetrioFarias

Assinatura coornenadoria matérias