Câmara Setorial discute formas para atrair energia limpa

8 de julho de 2016

O secretário do Meio Ambiente, Artur Bruno, participou na manhã de hoje (8), da 47ª reunião da Câmara Setorial da Cadeia Produtiva de Energias Renováveis do Estado do Ceará (CS Renováveis), no auditório da Agência de Desenvolvimento do Estado do Ceará (Adece), onde foram discutidas estratégias para atrair investimentos de energia limpa para o Ceará, como a solar e a eólica.

O superintendente da Semace, Ricardo Araújo, apresentou o modelo simplificado de concessão de licenças ambientais para projetos de energias renováveis no Ceará, “Licenciamento Ambiental para Energias Renováveis: Avanços do Ceará”.

“Nós estamos seguindo uma determinação do governador para estar sempre abertos ao diálogo. Para nós é uma satisfação muito grande estar aqui com empreendedores, investidores e empresários com larga visão de uma área que tem um grande potencial que é a energia eólica”, afirmou Bruno.

Sobre

Com as mudanças, o processo de licenciamento ambiental para implantação de projetos de energias renováveis no Ceará poderá ganhar celeridade em até três meses, o que facilitará a atração de novos investimentos para o Estado. Agora, a partir de uma resolução do Conselho Nacional de Meio Ambiente (Conama), o Estudo e Relatório de Impacto Ambiental (EIA/Rima) para projetos eólicos instalados em áreas de baixo impacto não serão mais exigidos e um Relatório Ambiental Simplificado (RAS) será solicitado.

08.07.2016

Assessoria de Comunicação da SEMA
3101-1235