Uniseg 2 será inaugurada neste sábado (9)

9 de julho de 2016

Os moradores dos bairros Aldeota, Varjota, Meireles e Praia de Iracema, situados em Fortaleza, vão contar com um reforço na segurança pública. É que, no próximo sábado (9), será inaugurada a Unidade Integrada de Segurança 2 (Uniseg 2), com o objetivo de proporcionar diversas atividades de policiamento comunitário e ampliar os serviços prestados pelas forças de segurança do Ceará não só nas ruas, mas também no dia a dia dos moradores. O evento de inauguração será presidido pelo governador Camilo Santana, acompanhado do secretário da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), Delci Teixeira, entre outras autoridades.

A população fortalezense que reside na região será beneficiada com ações e programas sociais que objetivam não só a redução da criminalidade, mas também o crescimento cognitivo e cultural de cada morador. O incremento será desenvolvido pelos órgãos vinculados da SSPDS – Polícias Civil e Militar do Estado do Ceará (PCCE e PMCE), Academia Estadual de Segurança Pública (Aesp), Corpo de Bombeiros do Estado do Ceará (CBMCE) e Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce). Todas as ações da segurança pública terão como base a doutrina de Polícia Comunitária, aproximando os servidores do sistema de segurança à população. Os agentes atuantes na Uniseg vem sendo capacitados sobre as práticas do policiamento comunitário.

Alguns dos benefícios oferecidos as comunidades da área serão os cursos ofertados pela Aesp, com temáticas sobre o policiamento comunitário. A iniciativa é inédita e objetiva capacitar lideranças comunitárias, representantes de entidades inseridas nos bairros e outras pessoas atuantes na comunidade a se inteirarem do trabalho policial como forma de auxiliar seus vizinhos, amigos e familiares. As aulas serão realizadas na própria unidade da Polícia Militar – sede da Uniseg. Para oferecer melhores acomodações aos freqüentadores, o prédio passou por reforças em sua estrutura física.

As melhorias da concretização do policiamento comunitário vão mais além. Os serviços ofertados pela Polícia foram descentralizados de prédios e, agora, chegam de forma mais célere ao cidadão. Um dos exemplos é a Base Móvel Ronda (BMR), posicionada em pontos estratégicos da comunidade e dotada de tecnologia para que vítimas possam registrar Boletins de Ocorrência Móvel (BOM), sem precisar ir ao prédio de uma delegacia. A assistência dada pela Polícia também vai chegar à casa das pessoas. Vítimas de violência doméstica, familiares de pessoas vítimas de homicídio e outros moradores receberão visitas do Grupo de Apoio às Vítimas de Violência (GAVV), do Ronda Maria da Penha e do Grupo de Segurança Comunitária (GSC). Os policiais que atuam nestes grupos são focados em realizar ações solidárias e o acompanhamento dos casos, dando apoio e orientações a quem necessitar.

O objetivo do novo modelo de policiamento é criar vínculos entre os policiais e a comunidade. Mas, para que estas ações sejam desenvolvidas, é fundamental o trabalho em conjunto entre as forças de segurança pública e os moradores. Para isso, reuniões com representantes de Conselhos Comunitários de Defesa Social (CCDSs), de associações de moradores e com membros de outras entidades representativas serão feitas periodicamente.

Esse policiamento não se limita a reuniões com líderes comunitários. A juventude também pode ser um agente participativo no processo de aproximação da Polícia com o cidadão. Pensando nisso, os policiais também vão realizar visitas de rotina em locais como instituições de ensino e religiosas, entre outras. Nas escolas, uma das iniciativas é a Ronda Escolar (RE) – desenvolvida por militares do Ronda para garantir a segurança de alunos também no ambiente estudantil, com visitas e palestras educativas nos estabelecimentos de ensino, patrulhas nas adjacências e projetos sociais, como o Programa Educacional de Resistência às Drogas (Proerd). O programa tem o objetivo de orientar os alunos sobre assuntos relacionados ao uso de drogas e seus malefícios, além do combater o bulling e a violência doméstica, entre outros programas.

Para que as ações policiais sejam desenvolvidas de forma plena, relatórios serão feitos com informações relevantes para a orientação dos demais serviços de policiamento territorial. Além disso, os militares do Ronda que fazem patrulhamento a pé em alguns pontos da região, como Praças, cruzamentos e em locais com histórico de ocorrências, receberão reforço. Ao todo, serão 205 policiais militares atuando em oito viaturas e oito motocicletas. A delegacia 24 horas da Uniseg 2 é o 2º Distrito Policial, que conta com um efetivo de sete delegados, 18 escrivães e 31 inspetores, atuando em três viaturas.

O Corpo de Bombeiros também vai oferecer capacitações aos moradores, como o Projeto Promil, fruto de uma parceira com a Companhia Energética do Ceará (Coelce). O curso é gratuito e objetiva a formação de bombeiros hidráulicos, técnicos siderúrgicos e outros profissionais. As aulas são ministradas no Quartel Central dos Bombeiros, no bairro Jacarecanga. Outra ação na área será o Jovem Bombeiro Voluntário, que busca capacitar adolescentes de 14 a 17 anos no combate a incêndios e técnicas de primeiros socorros, para, assim, serem auxiliares voluntários em suas escolas, igrejas e outros locais. Além destas iniciativas, serão intensificadas vistorias em prédios públicos e privados como hotéis, hospitais, casas de show e estabelecimentos comerciais. O objetivo das fiscalizações é prevenir incêndios, desabamentos e o cometimento de crimes em locais onde não haja alvará para funcionamento.

Para acelerar a elucidação dos casos registrados nos quatro bairros do perímetro da Uniseg 2, a Pefoce também vai atuar de forma mais específica. O atendimento à área será reforçado, com rapidez na elaboração de laudos e demais serviços prestados pelo órgão. O intuito é proporcionar mais agilidade na resolução dos crimes e, assim, aumentar a sensação de segurança na região.

Policiamento

O policiamento na Uniseg 2 – bairros Aldeota, Varjota, Meireles e Praia de Iracema – é feito 24 horas por dia. Os moradores vão contar com o atendimento de uma delegacia de Polícia Civil em regime de plantão – 2º DP –, com a sede da Uniseg, que fica na Unidade da Polícia Militar – 1ª Companhia do 8º Batalhão de PM – e com o atendimento de uma Base Móvel Ronda (BMR), além dos demais serviços prestados pelos outros órgãos de segurança atuantes como Pefoce, Aesp e Corpo de Bombeiros.

A área circunscricional foi estabelecida a partir da redefinição das áreas operacionais para a cidade de Fortaleza. A divisão das Unisegs foi feita com base na densidade demográfica, em estatísticas criminais e no número de ocorrências geradas na Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops) da SSPDS. As implantações das Unisegs fazem parte das ações do programa estadual Pacto por um Ceará Pacífico e da reformulação do Ronda. A primeira unidade compreende o bairro Vicente Pinzon, Cais do Porto e Serviluz e foi inaugurada no dia 05 de março deste ano.

Uniseg 1 zera homicídios

Desde a implantação da Uniseg 1, a área registra redução nos índices de violência. Em junho deste ano, não houve nenhum crime de morte na área – Crimes Violentos Letais e Intencionais (CVLI), que englobam homicídios, latrocínios e lesões corporais seguidas de morte. O quadro se repetiu no mês de abril deste ano. As mortes na área foram registradas nos meses de janeiro, março e maio. Se comparado o primeiro semestre de 2016 com o mesmo período de 2015, na área, foram 28 vidas salvas neste ano – sendo nove casos registrados em 2016 e 37 casos em 2015, o que significa uma queda de 75,7%.

Os programas sociais desenvolvidos na Uniseg 1 também apresentam bons resultados. Mais de 350 vítimas de violência foram visitadas pelos policiais, treze famílias que tiveram entes queridos assassinados também foram visitadas e o Proerd formou aproximadamente 1.300 alunos de escolas públicas e particulares da região, entre outras ações. Além disso, 28 Boletins de Ocorrência Móvel (BOM) foram registrados, na Base Móvel Ronda (BMR).

Serviço

Inauguração da Unidade integrada de Segurança 2 (Uniseg 2)

Local: Campo do America (Areninha) – cruzamento das Ruas José Vilar e Tenente Benévolo, bairro Aldeota.
Hora: 8h30

08.07.2016

Kélia Jácome,
Coordenadora de Comunicação,
Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS),
Governo do Estado do Ceará,
(85) 3101.6517 e 98766.0028