SPD oferece cursos de capacitação em parceria com a STDS

5 de agosto de 2016

Valdery Pimentel, 37 anos; José Peixoto, 33; e Ronaldo Santos, 45, preparam-se para um novo desafio em suas vidas. Por motivos variados, eles se envolveram com drogas. Agora, vislumbram um caminho diferente, uma nova estrada na vida, longe da dependência química. A jornada tem início com a  capacitação para um novo ofício. Hoje, acolhidos na Comunidade Terapêutica (CT) Atos Centro Terapêutico, localizada em Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza, eles integram um grupo de homens em tratamento por conta do uso problemático de drogas que será beneficiado com o programa ‘Criando Oportunidades’.

Efetivado através da oferta de cursos profissionalizantes gratuitos, o programa ‘Criando Oportunidades’ é disponibilizado pela Secretaria Especial de Políticas sobre Drogas (SPD) por meio de parceria firmada com a Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social (STDS) do Governo do Estado. O objetivo é viabilizar a reinserção social e profissional de dependentes químicos no Estado, um dos eixos fundamentais de atuação da SPD. Este ano, serão beneficiados 200 acolhidos em 10 CTs que prestam serviços à SPD e que estão distribuídas por Fortaleza, Região Metropolitana (RMF), Cariri e Zona Norte do Estado. 

Os acolhidos na Atos Centro Terapêutico são os primeiros beneficiados. Eles participarão de um curso de cabeleireiro, com 100 horas/aula. Os cursos a serem oferecidos nas demais CTs são os seguintes:  mecânico de motos, eletricista predial, masseiro, doces e salgados e reparador de aparelhos domésticos. Hoje, esses ofícios apresentam uma maior demanda por profissionais especializados para o mercado de trabalho.

Com duração ao longo do semestre, os cursos serão ministrados por instrutores das ONGs Organização Barreira Amigos Solidários (Obas), Instituto para o Desenvolvimento Tecnológico e Social (Idear) e Centro de Formação e Integração Social (CFIS). Ao final das aulas, os beneficiados receberão certificado de conclusão. A SPD buscará, ainda, a distribuição de kits, contendo equipamentos básicos, para que os formandos possam dar os primeiros passos na nova profissão em que foram capacitados. Por outro lado, uma articulação da pasta com o Sistema Nacional de Emprego/Instituto de Desenvolvimento do Trabalho (Sine/IDT) viabilizará a inserção dos novos profissionais no cadastro de empregos e geração de renda.

A apresentação do projeto ‘Criando Oportunidades’ na CT Atos aconteceu na tarde da quinta-feira (4) com a presença da secretária Especial de Políticas sobre Drogas, Aline Bezerra. Também estiveram presentes todos os futuros alunos, a diretora da CT, Rochelly Cordeiro; e a coordenadora do Projeto Criando Oportunidade na STDS,  Edianny Lima; além da coordenadora de Políticas sobre Drogas da SPD, Alessandra Pimentel.

O acolhido Valdery Pimentel já é técnico em contabilidade, mas aposta em bons frutos a partir do novo aprendizado. “O curso de cabeleireiro vai expandir a minha capacidade de trabalho. Quem sabe, eu possa adotar esse novo ofício que aprenderei para o meu sustento e o de minha família”, avalia.

Anteriormente, Ronaldo Santos era ajudante de obras. Ele acredita que o curso de cabeleireiro será uma chance de melhorar a autoestima, aprender uma nova e rentável profissão e alcançar a reinserção social e profissional, voltando a ser útil à família e à sociedade ao concluir o tratamento e deixar a CT. O acolhido José Peixoto trabalhava como motorista. O acolhido entende que a participação no curso é mais uma porta que se abrirá para ele no mercado de trabalho.

Ao falar para os acolhidos da CT sobre o projeto ‘Criando Oportunidades’, a secretária Aline Bezerra desejou sucesso a todos e aproveitou para pedir empenho e dedicação no aprendizado. “O curso é mais uma chance de recomeço para todos vocês”, afirmou. Ela lembra que a iniciativa contribui para valorizar o dependente, evita a ociosidade dos acolhidos e reduz novas possibilidades de uso de drogas.

As CTs beneficiadas são: Fazenda Esperança Sagrada Família (Fortaleza), Caverna do Adulão (Itaitinga), Ágape (Maracanaú), Fazenda Esperança (Pacatuba), Grão de Mostarda (Eusébio), Catarina Labouré (Aquiraz), Vida Manará (Aquiraz), Atos (Caucaia), Aliança da Misericórdia (Barbalha) e Fazenda Esperança (Sobral). As entidades atenderam aos seguintes critérios de seleção: estrutura física, envolvimento e interesse dos acolhidos, perfil dos internos em relação à faixa etária, escolaridade e disponibilidade de vagas. Toda a execução será acompanhada e supervisionada pela Coordenadoria de Políticas sobre Drogas (Copod) da SPD.

05.08.2016

Fernando Brito
Repórter

Daniela Negreiros
Assessora de Comunicação da Secretaria Especial de Políticas sobre Drogas (SPD)
(85) 3238.5090 | 98902.7939 – comunicacao@spd.ce.gov.br / daniela.negreiros@spd.ce.gov.br

www.spd.ce.gov.br
Facebook: spdceara
Twitter: @spdceara