Semace utilizará equipamento eletrônico para medir poluição veicular

26 de agosto de 2016

A Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace) mudará o método de aferição do índice de poluição ocasionada pelos veículos movidos a diesel em suas blitze do Programa de Combate à Fumaça Negra. Atualmente, a equipe de fiscalização usa a escala de Ringelmann Reduzida para medir. O teste é feito visualmente comparando a cor da fumaça com um dos cinco níveis da escala. Com o opacímetro, essa verificação será digital. O aparelho é quem medirá o grau de poluição.

Para capacitar os técnicos para o uso do novo equipamento, a gerente de Análise e Monitoramento da Semace, Maira Gadelha, levou a equipe para acompanhar uma blitz da Secretaria de Urbanismo e Meio Ambiente (Seuma) de Fortaleza, que tinha o mesmo objetivo do programa desenvolvido pela Superintendência, e ocorreu na Avenida Dioguinho, na Praia do Futuro, na Capital. Na oportunidade, os servidores puderam ver os procedimentos adequados para a utilização do opacímetro.

No caso da Seuma, as blitze contam com o apoio do Sindicato Nacional das Empresas de Inspeção de Segurança e Técnica Veicular (Sinav), responsável por fornecer e operar os equipamentos. As instituições firmaram uma termo de cooperação técnica para a realização das fiscalizações. Segundo Maira Gadelha, a Semace analisará se há necessidade de um acordo parecido, pois a autarquia já adquiriu dois opacímetros e promove operações não só em Fortaleza, mas em várias cidades do interior do estado.

A gerente da Semace disse que o objetivo é começar a utilizar o equipamento ainda em 2016. “Estamos capacitando nossos técnicos para o uso do opacímetro e pretendemos até o final do ano adotar essa nova metodologia para medir o índice de fumaça. Estamos, também, revisando nossa Portaria que normatiza as ações do Programa de Combate à Fumaça Negra”, concluiu Maira Gadelha.

26.08.2016

Fhilipe Augusto
Assessor de Imprensa da Semace
(85) 3101-5554/ 98605-9501
comunicacao@semace.ce.gov.br

Expediente imprensa2-01