Saúde debate sobre prevenção ao suicídio nesta sexta (9)

8 de setembro de 2016

Para alertar sobre a importância das ações de prevenção das tentativas de suicídio na rede de atenção à saúde, a Secretaria da Saúde do Estado realiza nesta sexta-feira (9) o III Ciclo de Debates – Diálogos em Saúde Mental, no auditório Waldir Arcoverde da Sesa, das 9 às 12 horas. Com o tema “Suicídio: um ato silencioso?”, além de assuntos relacionados à prevenção e comportamentos de alerta, os profissionais de saúde debaterão sobre fluxo de atendimento na rede de saúde e notificações como ferramentas fundamentais para o controle das taxas de suicídio. O ciclo de debates terá como palestrantes os psicólogos Luana Leão e Hamilton Peixoto, e o médico psiquiatra Davi Queiroz.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), a cada 40 segundos uma pessoa comete suicídio e o tabu em torno deste tipo de morte impede que famílias e governos abordem a questão abertamente e de forma eficaz. Conforme os dados da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Estado, até julho deste ano, 320 pessoas cometeram suicídio no Ceará. Entre os fatores de risco associados com o suicídio estão transtornos mentais, como depressão, alcoolismo, esquizofrenia; questões como isolamento social, desemprego, migrantes; questões psicológicas, como perdas recentes, dinâmica familiar; e condições clínicas incapacitantes, como lesões desfigurantes, dor crônica e câncer.

Quem precisa de atendimento para transtornos mentais no Sistema Único de Saúde (SUS) pode contar com os Centros de Atenção Psicossocial (CAPS). Atualmente, no Ceará há 131 unidades em funcionamento. Nesses estabelecimentos, o paciente recebe atendimento próximo da família, assistência médica especializada e todo o cuidado terapêutico conforme o seu quadro de saúde. Quando recomendado pelo médico, o SUS disponibiliza gratuitamente medicamentos que podem auxiliar no tratamento dos pacientes.

Ciclo de Debates em Saúde Mental

Os ciclos de debates têm como objetivo ampliar o acesso a informações sobre saúde mental para fomentar estratégias e desenvolver ações junto a diversos segmentos da sociedade como estímulo a práticas que promovam a inclusão social e garantir o acolhimento às famílias e o atendimento qualificado a pessoas com transtornos mentais.

O mês de setembro foi escolhido pela Associação Internacional de Prevenção do Suicídio para alertar sobre a importância de ações de prevenção: a campanha internacional Setembro Amarelo. O III Ciclo de Debates – Diálogos em Saúde Mental ocorrerá em alusão ao Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio, comemorado em 10 de setembro. O encontro é mensal, ocorrendo uma vez a cada mês, conforme o cronograma de datas comemorativas na saúde mental.

Mais informações com o Núcleo de Atenção à Saúde Mental (NUSAM/COPAS): (85) 3101-5276 / saudementalceara@gmail.com

08.09.2016

Assessoria de Comunicação da Sesa
Marcus Sá/ Helga Rackel
(85) 3101.5221/ 3101.5220
Twitter: @SaudeCeara
www.facebook.com/SaudeCeara

Expediente imprensa2-01