Aberta exposição do artista Sérvulo Esmeraldo na Urca

12 de setembro de 2016

Com perspectiva de receber grande público até o dia 8 outubro, foi aberta, no último sábado, em solenidade na Universidade Regional do Cariri (Urca), a exposição ‘Sérvulo Esmeraldo: A Linha, A Luz, O Crato’, um marco na sua trajetória artística, de âmbito nacional e internacional, e a segunda grande mostra do seu trabalho, em sua cidade natal. O evento foi aberto com a presença do artista, intelectuais e autoridades da região e ocorre na comemoração dos 30 anos da Urca e 88 anos do artista. Ele tomou posse, na ocasião, na cadeira de número 40, do Instituto Cultural do Cariri (ICC), tendo como patrono o também artista Aldemir Martins.

São 58 peças expostas, algumas delas inéditas, distribuídas na Urca, no campus do Pimenta. Além de três monumentais trabalhos que permanecem à frente do Seminário São José, na Encosta do Seminário, onde Sérvulo estudou, na sua Infância. Nas lembranças dos momentos de menino, inspirado pelos ares da Chapada do Araripe, o escritor e médico, Napoleão Tavares Neves, recordou as peripécias da criancice do artista. Da ocasião que motivou a sua expulsão do colégio, por conta de leituras proibidas do escritor baiano, Jorge Amado, e o levou a voos mais altos, a partir da sua mudança para a Capital cearense.

A exposição é uma das maiores já realizadas em Crato, e tem curadoria de Dodora Guimarães, esposa de Sérvulo. Ela afirma que, primeiramente, a ideia era fazer uma exposição que desse conta da produção do artista, já que era tão almejada por ele, e que fosse uma mostra significativa do seu trabalho. “Uma exposição é sempre dependente do espaço que a acolhe. Então, levou-se muito em conta a área disponível na Urca e da Encosta do Seminário”, diz. A ideia era mostrar a obra pública do artista e o espaço que mais se adequaria seria o da Encosta, até mesmo por ter o vínculo histórico importante. Na Urca, as áreas abertas foram privilegiadas.

“O Sérvulo tem um trabalho voltado para a arte pública. Tem um pensamento da obra ser interativa e esse foi o fio condutor para a nossa escolha”, afirma. Ela destaca a importância do evento por fazer parte de um sonho do artista, que começou no casarão da Bebida Nova, onde o ele nasceu.

Há a possibilidade de doação de uma das peças do artista para o Crato, mas, segundo Dodora Guimarães, uma obra de arte precisa ser preservada e somente com a responsabilidade para adoção do trabalho pelo Município, ficará na cidade. “Ele fez muitos projetos para o Crato”, ressalta. A curadora também afirma que pode ser pensada eventualmente a doação de uma obra para a Universidade.

O reitor da Urca, Patrício Melo, destacou a arte como revolucionária e com o poder de transformar as pessoas. “Produz projeções físicas e no imaginário. É indispensável”, ressalta. Ele falou do retorno de Sérvulo Esmeraldo à sua terra natal para realizar a sua segunda grande exposição. “A Urca recebe essa exposição de braços abertos”, diz ele.

Na manhã da última sexta-feira, foi iniciada uma série de palestras na Urca, com alunos dos cursos de Artes Visuais e Teatro, sobre o autor e sua obra, com palestra da curadora, Dodora Guimarães. Patrício Melo também pontua a importância da exposição para o Cariri, Ceará e Brasil. “A linha, A Luz, O Crato, poderia ser um verso da poesia de Fernando Pessoa, que em seu livro diz que toda a vida da alma humana é um movimento de penumbra”, relata.

O homem que lembra da cor do traçado da linha do horizonte que envolvia o seu universo infante e suas belezas, traz a sua observação milimetricamente detalhada, em forma de uma coleção de imagens.

Cada uma delas, com sua história, uma biografia. São apresentadas esculturas, relevos, gravuras e desenhos inéditos da série ‘Suíte Araripe’.

Sérvulo Morou e trabalhou em São Paulo, Paris e, atualmente, em Fortaleza. Expôs nas principais Feiras e Salões de Artes ao redor do mundo. “Um inventor”, como define o pesquisador e escritor Gilmar de Carvalho. “Traz dentro de si a inquietude que se traduz em criação. Formou, ao longo da vida, um repertório diversificado e domina técnicas com as quais faz arte”, elogia.

O Secretário de Cultura do Estado, Fabiano Piuba, afirma que esse momento de retorno de uma trajetória de vida é histórico, muito bonito, e uma oportunidade para que os estudantes da URCA, a população caririense possa vir à Universidade, ‘atravessar e se sentir atravessados por essa obra do Sérvulo Esmeraldo”, diz. Ele ainda destaca que o Sérvulo é um dos grandes expoentes dessa arte, que é escultura, mas ao mesmo tempo estabelece um diálogo e uma interação com o público expectador.

Além de escultor, Sérvulo é xilógrafo, gravador, ilustrador e pintor. A exposição acontece por meio de uma parceria do Governo do Estado, Urca com apoio da Pró-reitoria de Extensão, nas comemorações dos 30 anos da instituição, e Instituto Sérvulo Esmeraldo.

 

SERVIÇO

Exposição Sérvulo Esmeraldo: A Linha, A Luz, O Crato

Data: De 10/09 a 08/10
Local: URCA – Universidade Regional do Cariri – Campus Pimenta – Rua Cel. Antônio Luís, 1161 – Pimenta – Crato (CE)
Visitação: De 11 de setembro a 08 de outubro, das 08h às 21 horas.

Exposição com visitas guiadas com monitores

Horários: 08 às 11h; de 14 às 17 e 18h30 às 21 horas.
Contatos: Pró-Reitoria de Extensão da URCA: (88)31021200 /  proex@urca.br

Abertura oficial, posse de Sérvulo Esmeraldo na cadeira Aldemir Martins do Instituto Cultural do Cariri, performance Heli Cubo de Guto Lacaz (SP), lançamento do livro Sérvulo Esmeraldo: A Linha e a Luz.

Data: 10/09
Horário: Das 10h às 13h
Local: URCA – Universidade Regional do Cariri – Campus Pimenta – Rua Cel. Antônio Luís, 1161 – Pimenta – Crato (CE)

Abertura oficial na Encosta do Seminário

Data: 10/09
Horário: Das 16h30 às 18h
Local: Encosta do Seminário, em frente ao Seminário Diocesano São José

FICHA TÉCNICA

Curadoria – Dodora Guimarães Esmeraldo

Expografia – Dodora Guimarães Esmeraldo e Edelson Diniz

Produção Executiva – Dé Scarcello Di Capua, Dora Freitas, Samyr Santos Guimarães

Montagem – Edelson Diniz, José Haroldo Vieira, Samuel Fernandes de Sousa

Projeto Iluminotécnico – Eduardo Bruno Ursulino Leitão

Programação Visual e produção gráfica – Verve

Assessoria de Imprensa – Helena Félix, Isabelle Vieira e Kiko Bloc-Boris

Catálogo/Folder/Comunicação visual e produção gráfica – Verve

Fotografia – Gentil Barreira

Revisão – Déa Esmeraldo

12.09.2016

Universidade Regional do Cariri  (URCA)
Núcleo de Comunicação
Telefones: (88) 3102-1213 – 9 – 8812.5525 ramal 2617
Twitter: @URCA_noticias
Facebook: facebook.com/urca30anos
www.urca.br

Expediente imprensa2-01