Albert Sabin seleciona crianças para cirurgias da Operação Sorriso

28 de outubro de 2016

Um dia de muita expectativa para Anderson da Cruz de Castro e o filho dele, Nicolas, de 11 meses. Às 3 horas da madrugada desta sexta-feira (28), deixaram o município de Itapajé, a 125 km de Fortaleza, para participar da triagem da Operação Sorriso no Hospital Infantil Albert Sabin, da rede pública do Governo do Ceará. “Se Deus quiser, espero meu filho passar na triagem e que dê tudo certo. É um sonho de pai e, mais na frente, o filho vai reconhecer a importância”, disse.

O Albert Sabin está recebendo a Operação Sorriso pela 21ª vez. Neste ano de 2016, o objetivo é realizar 70 cirurgias de correção de fissuras no palato e lábio. Nesta sexta-feira, os pacientes estão passando por uma triagem, com entrevista e realização de exames dos pacientes. Os testes devem verificar se a criança ou o adolescente está apto a participar do processo cirúrgico. “Eles devem ter entre seis meses e 17 anos, e precisam estar bem de saúde, sem febre, sem gripe, isso é importante”, explicou a enfermeira Daura Porto, coordenadora da Operação Sorriso no hospital.

Ainda segundo Daura, a gravidade e a idade da criança também são levados em consideração na escolha do paciente. “Quanto mais grave e mais velho, maior a prioridade”, disse. O filho de Anderson, Nicolas, tem apenas a fissura no lábio. Mas, segundo o pai, na cidade de Itapajé a cirurgia não é realizada e a família não tem condições financeiras de vir a Fortaleza regularmente passar pelo processo de consultas e exames que o Albert Sabin oferece.

“Então, o mutirão, que faz logo tudo, é nossa chance”, disse Anderson, acrescentando, “nesse momento, ele (Nicolas) sofre muito preconceito. Essas pessoas são uns heróis, saírem das casas deles para fazer essa cirurgia, é tão importante pra gente. O preconceito dói na gente.” Segundo Daura Porto, todos os fatores citados por Anderson são avaliados pela equipe da Operação Sorriso. “Não à toa, a maioria das pessoas que procuram o mutirão, são aquelas famílias mais humildes do interior do estado”, afirmou.

Retorno de pacientes

Os pacientes que já passaram por alguma correção no mutirão anterior, ou seja, em 2015, também são prioridade na triagem. É o caso do pequeno Ícaro Gabriel, de um ano e oito meses, que fez a cirurgia do lábio no ano passado. “E dessa vez vai fazer com a Operação Sorriso de novo. Vai dar certo”, disse a mãe do menino, Taís Moraes, que faz todo o acompanhamento médico do filho no Albert Sabin. Ícaro, agora, precisa fazer a cirurgia de correção do palato.

Parceria

De acordo com o diretor médico da equipe da Operação Sorriso, o anestesista Marcelo Teixeira, a parceria de 21 anos com o Albert Sabin tem proporcionado bons resultados. “É uma parceria de longa data, nos cedendo todas as instalações e avaliações dos pacientes para as cirurgias. Com isso, as crianças e adolescentes operados podem melhorar a fala, o aprendizado, evitar doenças e infecções. Essas crianças têm infecções respiratórias com frequência, otite, sinusite. Então, melhora muito a saúde delas. Permite que retorne as atividades estudantis e capacita, reintegrando a sociedade”, explicou.

As cirurgias deste ano ocorrerão entre os dias 30 de outubro e 2 de novembro, no Hospital Albert Sabin, que fica na Rua Tertuliano Sales, 544, bairro Vila União. Ao todo, 50 voluntários de diferentes regiões do Brasil e também de outros países participarão da 21ª Operação Sorriso em Fortaleza.

Fissuras labiopalatinas

Lábio leporino é uma fenda, abertura, no lábio superior. Há vários graus de comprometimento do lábio desde uma espécie de cicatriz nos casos mais simples, uma abertura parcial, ou total, de toda a espessura do lábio. Pode ser ainda de um lado só ou dos dois lados. Sempre acompanha uma deformidade da asa nasal de maior ou menor intensidade. Fissura palatina é uma fenda, abertura, no palato (céu da boca). Pode ser somente uma separação da úvula (campainha), uma fenda que separe o palato mole ou que atinja também o palato duro. Essa abertura comunica a boca com o nariz.

 

28.10.2016

Assessora de Comunicação do HIAS
Diana Vasconcelos
(85) 3256-1574
imprensa@hias.ce.gov.br
t: albertsabince
f: albertsabince

Expediente imprensa 10out-01