Centro Integrado de Diabetes realiza mutirão do olho nesta quinta (17)

16 de novembro de 2016

Para alertar sobre a importância do diagnóstico precoce do diabetes, nesta quinta-feira, 17, o Centro Integrado de Diabetes e Hipertensão (CIDH), da rede pública do Governo do Ceará, realizará o  “mutirão do olho” para mapear e rastrear precocemente as pessoas que têm problemas oculares e não sabem. O mutirão, feito em paceria com a Sociedade Cearense de Oftalmologia, ocorrerá das 8 às 14 horas, no CIDH, que fica na Rua Silva Paulet, 2406, Dionísio Torres.

O diabetes é uma doença silenciosa e que pode acarretar problemas em diversos órgãos do corpo. Nos olhos, a atenção deve ser especial, já que algumas complicações podem levar a cegueira. “A causa mais comum de cegueira é a diabetes mal controlada”, afirma Cristina Façanha, endocrinologista do CIDH. Convivendo com o diabetes há 12 anos, Maria Zuleide de Oliveira Viana, de 51 anos, descobriu que tem retinopatia diabética em outubro deste ano e já está sendo acompanhada com consultas e aplicações de laser na unidade. “Acordei sem conseguir ver direito. Sabia que tinha algo errado, mas esperei até o dia seguinte para vir ao CIDH. Quando fui atendida, o médico me explicou que estava com retinopatia diabética, por isso a minha visão estava turva”, diz.

A retinopatia diabética é caracterizada pelo alto nível de açúcar no sangue e pode provocar lesões definitivas nas paredes dos vasos que nutrem a retina. Se não acompanhada e tratada, a doença se agrava e os vasos podem se romper, caracterizando a hemorragia vítrea e pode levar ao descolamento da retina.

Programação

Ainda como parte da programação de atividades pelo Dia Mundial do Diabetes, nesta sexta-feira, 18, acontecerá o mutirão de diagnóstico e orientações para educação em diabetes, das 8 às 11 horas, na Praça Murilo Borges, situada na Rua Dom Pedro I, em frente ao Banco do Nordeste, no Centro de Fortaleza. Durante a ação serão realizados testes de glicemia capilar, aferição de pressão arterial, verificação de peso e estatura, com calculo de IMC e orientações baseadas no perfil de cada pessoa avaliada. A iniciativa é uma forma de alertar a população para a doença. “Por ser uma doença assintomática, estima-se que metade das pessoas com diabetes desconheça a própria condição”, ressalta Cristina Façanha, endocrinologista do Centro.

O Dia Mundial do Diabetes é comemorado em 14 de novembro. Na última segunda-feira, o CIDH fez um treinamento de educação em diabetes para estudantes e profissionais da saúde. Durante o encontro, a diretora da unidade, Adriana Forti ressaltou em sua fala que o diabetes tem duas palavras-chaves: precoce e educação. “A precocidade é fundamental quando se trata de diabetes, pois quando o paciente descobre que tem a doença fica mais fácil de se educar para manter uma vida com qualidade”, disse.

Foto: Assessoria de Comunicação do CIDH

Serviço:

Mutirão do olho

Dia: 17 de novembro de 2016
Horário: 8 às 14 horas
Local: Centro Integrado de Diabetes e Hipertensão –  Rua Silva Paulet, 2406, Dionísio Torres

16.11.2016

Assessoria de Imprensa – CIDH/Lacen/IPC
Suzana de Araújo Mont’Alverne
(85) 3101-1488
suzana.alverne@lacen.ce.gov.br

Expediente coordenadoria-01