Auditoria comprova funcionamento do cartório do Hospital César Cals

29 de novembro de 2016

Fotos: Assessoria de Comunicação do HGCC

 

De agosto de 2008 até a tarde da segunda-feira (28) foram registrados 15.456 nascimentos realizados na Unidade Interligada de Registro Civil do Hospital Geral Dr. César Cals, da rede pública do Governo do Ceará. O dia coincidiu com a visita dos auditores da Secretaria Especial de Direitos Humanos (SDH), do Ministério da Justiça e Cidadania, que estiveram no César Cals para verificar a estrutura da unidade interligada, que funciona com essa denominação desde 20 de julho de 2012.

Quatro anos antes, em agosto de 2008, o Hospital César Cals era o primeiro hospital público do Ceará a possuir na estrutura da maternidade um Posto Avançado de Registro Civil. À época, o César Cals dava os primeiros passos para cooperar com erradicação do sub-registro de nascimento ao permitir a emissão do primeiro documento da criança antes mesmo da alta hospitalar da mãe e do bebê. Todo o trabalho de conscientização e orientação é desenvolvido pelo Serviço Social, que explica, orienta e esclarece aos pais e familiares as principais dúvidas em relação ao registro civil.

A auditoria consiste na verificação da utilização dos equipamentos, como impressoras, mesas, cadeiras e computador, que faz parte da estrutura da unidade interligada, por meio do convênio firmado entre a SDH e a Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social (STDS), que equipou 93 maternidades em todo o Ceará para a realização do registro civil. Com isso, deu-se o fortalecimento da busca pela erradicação do sub-registro de nascimento no primeiro ano de vida, que em 2004, era de 17%, e, em 2014, foi reduzido para 1%, em todo o Brasil, conforme dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Na visita ao Hospital Geral César Cals, os auditores puderam comprovar o uso dos equipamentos e o pleno funcionamento da unidade, que tem a parceria de três cartórios de Fortaleza: Cartório Botelho, Cartório Jereissati e Cartório João de Deus. O auditor Marcio Sousa ressaltou a satisfação com a Unidade Interligada de Registro Civil do HGCC. “É bom poder comprovar no local o projeto acontecendo”, disse apontando para as pessoas que aguardavam o atendimento para o registro.

Ygor Ribeiro e Ednara do Nascimento, pais da pequena Nayara Sophia, de 14 dias de nascida, retornaram ao Hospital César Cals na tarde desta segunda para fazer o registro de nascimento da primeira filha. Quando estiveram no hospital para o nascimento de Nayara, mesmo durante os dias de internação, não foi possível fazer o registro. Mas eles fizeram questão de registrar no Hospital César Cals. “A gente queria registrar a nossa filha no hospital em que ela nasceu”, afirmou o pai. Segundo ele, a comodidade facilita, além de toda atenção dada ao recém-nascido. “O hospital é muito bom porque a gente consegue fazer tudo. A gente faz os exames, marca as consultas e ainda registra”, conclui.

Por dia, é feita uma de média 15 registros. O cartório funciona de segunda a sexta-feira, no horário de 13 às 15h. Os pais que desejarem registrar podem procurar o Serviço Social e tirar todas as dúvidas além de receber orientações sobre o registro e a documentação necessária.

29.11.2016

Assessoria de Comunicação do HGCC
Wescley Jorge
ascom@hgcc.ce.gov.br/
Facebook.com/HospitalGeralCesarCals
Twitter: @Hosp_CesarCals

Expediente coordenadoria-01