Em dois dias, 260 testes rápidos para HIV são realizados

2 de dezembro de 2016

Entre os dias 1º e 2 de dezembro, a Secretaria da Saúde do Estado (Sesa) realizou 260 testes rápidos para HIV em uma ação que ocorreu na Praça da Lagoinha, no Centro de Fortaleza. Desse total, foram dois resultados reagentes. A mobilização “Fique Sabendo” tem o objetivo de alertar a população para a prevenção e o diagnóstico precoce da doença, aumentando as chances do soropositivo ter uma melhor qualidade de vida. Além dos exames, houve também palestras, aconselhamento e distribuição de preservativos feminino e masculino.

“O vírus HIV inicialmente não tem sintomas. A pessoa pode estar com o vírus e não saber. O teste rápido ajuda no diagnóstico precoce e na prevenção. E assim, o paciente inicia cedo o tratamento antiretroviral para ter uma vida melhor, como também se previne para não disseminar o vírus”, afirma a técnica da Coordenação Estadual de IST/ Aids, a enfermeira Léa Barroso Diógenes.

Saber do contágio pelo HIV precocemente aumenta a expectativa de vida do soropositivo. E quem busca tratamento especializado no tempo certo e segue as recomendações do médico ganha em qualidade de vida. Já as mães soropositivas têm 99% de chance de terem filhos sem o HIV se seguirem o tratamento recomendado durante o pré-natal, parto e pós-parto. Por isso, se a pessoa passou por uma situação de risco, como ter feito sexo desprotegido ou compartilhado seringas, é importante fazer o exame.

No Ceará, de acordo com a atualização semanal das Doenças de Notificação Compulsória, referente à Semana Epidemiológica 47 (20 a 26/11/2016), publicada pela Secretaria da Saúde do Estado, foram notificados 813 casos de infecção por HIV, 593 de aids e 166 óbitos pela doença.

02.12.2016

Fotos: Assessoria da Comunicação da Sesa

Assessoria de Comunicação da Sesa
Cristiane Bonfim / Marcus Sá / Helga Rackel
(85) 3101.5221/ 3101.5220

Expediente imprensa 23nov 2016-01