Centro de Formação Olímpica sedia coletiva do UFC Fortaleza nesta terça-feira

16 de Janeiro de 2017

O Centro de Formação Olímpica Fortaleza (CFO) sedia, nesta terça-feira (17), às 11h, coletiva de imprensa para o anúncio da abertura de vendas do “UFC® Fight Night: Belfort x Gastelum”, que acontece no dia 11 de março.

 

Os protagonistas da luta principal do evento, o brasileiro Vitor Belfort e o americano Kelvin Gastelum, o lutador meio-pesado Maurício Shogun, o vice-presidente internacional do UFC, Joe Carr, e o embaixador do UFC no Brasil, Rodrigo Minotauro, estarão presentes e disponíveis para entrevistas.

 

Essa é a segunda vez que o UFC vem à capital cearense. Em junho de 2013, o ginásio Paulo Sarasate sediou o “UFC on Fuel TV 10: Nogueira vs. Werdum”, que contou a final do TUF Brasil 2, vencida por Léo Santos contra William Patolino e, na luta principal, Fabricio Werdum venceu Rodrigo Minotauro por finalização no segundo round.

 

Serviço
Anúncio de abertura de Vendas do UFC® Fight Night: Belfort x Gastelum
Data: Terça-feira, 17 de janeiro
Recepção para a Imprensa: 11h (check in). Entrevistas a partir das 11h30
Local: CFO – Centro de Formação Olímpica
Endereço: Av. Alberto Craveiro – Castelão, Fortaleza

 

Card até o momento:

 

Peso médio: Vitor Belfort x Kelvin Gastelum
Peso leve: Edson Barboza x Beneil Dariush
Peso meio-pesado: Mauricio “Shogun” Rua x Gian Villante
Peso galo feminino: Bethe Correia x Marion Reneau
Peso leve: Michel “Trator” Prazeres x Josh Burkmann
Peso médio: Paulo Henrique “Borrachinha” x adversário a ser definido

 

Mais informações no email: ufc_imprensa@inpresspni.com.br

 

O CFO

 

O Centro de Formação Olímpica do Nordeste, localizado em frente à Arena Castelão, em Fortaleza, faz parte da Rede Nacional de Treinamento, estruturada pelo Ministério do Esporte em todo o País.

 

O equipamento tem área total de 85.922,12m². Com a meta de estender os benefícios das Olimpíadas para todo País, o Governo do Ceará e o Governo Federal trabalharam de forma conjunta para o sucesso do complexo, que foi incluído no PAC 2 e no Plano Brasil Medalhas 2016, que destina recursos para construção e reforma de centros de treinamento em diversos estados.

 

O complexo tem estrutura para abrigar 26 modalidades olímpicas, além de modalidades  paralímpicas e outras que não integram o programa olímpico. As modalidades destacadas são: Atletismo, natação, badminton, nado sincronizado, basquete, pentatlo moderno, boxe, rúgbi, ciclismo, tênis, handebol, taekwondô, esgrima, tênis de mesa, futebol, tiro com arco, ginástica, triatlo, levantamento de peso, voleibol, hóquei sobre grama, vôlei de praia, judô, polo aquático, lutas e saltos ornamentais, além de futsal e caratê.

 

16.01.2016

 

Thiago Sampaio
Repórter / Célula de Reportagem

 

Expediente imprensa 05dez 2016-01