Hospital César Cals faz demonstração de novo procedimento endoscópico

30 de Janeiro de 2017

Em mais uma ação inédita, o Serviço de Endoscopia do Hospital Geral Dr. César Cals, da rede pública do Governo do Ceará, realizou na última sexta-feira (27) aula demonstrativa, seguida de dois procedimentos de colangioscopia com SpyGlass, que permite visualizar de forma direta o interior dos canais da bile, que vem do fígado, o que não era possível até 2007. Os métodos endoscópicos não possuíam essa capacidade. Anteriormente a visualização era feita por raios-X, uso de contraste ou imagens indiretas. O procedimento é indicado para verificar alterações dentro dos canais da bile, encontrar pequenas lesões, que podem ser tumores, fazer biopsias e alguns tipos de tratamento, como o que foi realizado sexta no Hospital César Cals.

De acordo com o médico Tomazo Franzini, responsável pelos procedimentos, o paciente tinha um cálculo muito grande, que não era possível remover pelas formas habituais de endoscopia. Com a utilização desse método, foi possível visualizar o cálculo e fazer uma litotripsia guiada, ou seja, colocar uma fibra que permite emitir uma onda de laser para fragmentar todo o cálculo. Em seguida, foi possível removê-lo e resolver o problema do paciente, evitando que ele tivesse que realizar uma cirurgia, um procedimento mais complexo. “É um método inovador, com registro aprovado pela Anvisa, em 2016, sendo bastante promissor.”

O sistema foi desenvolvido em 2007 e chegou ao Brasil em 2013, no Hospital das Clínicas, da Universidade de São Paulo, onde a equipe realiza estudos clínicos. No segundo semestre de 2016, após o registro da Anvisa, o equipamento passou a ser utilizado fora do âmbito acadêmico de pesquisas. “Esse foi o primeiro caso que a gente fez aqui em Fortaleza com a equipe do Hospital César Cals, sendo o primeiro caso da Região Norte e Nordeste”, destaca Franzini. Segundo ele, é mais uma opção para o paciente, que evita cirurgia, risco de UTI, entre outros insumos e serviços. Depois do procedimento, o paciente permanece um dia internado e tem alta hospitalar no dia seguinte. É um procedimento endoscópico com uma sedação.

Paulo Prado, chefe do Serviço de Endoscopia, ressalta que os procedimentos realizados destacam o pioneirismo do Hospital César Cals, que busca oferecer tecnologias mais modernas aos seus pacientes. Ele explica que o método é mais um procedimento endoscópico que permite realizar diagnósticos e tratamentos terapêuticos. Participaram da demonstração médicos do serviço, equipe de enfermagem, internos e residentes.

O Hospital Geral Dr. César Cals sempre está voltado para as novas tecnologias em saúde, bem como a renovação e atualização de novos procedimentos. Com isso, passa oferecer aos seus pacientes técnicas adotadas nos grandes centros de saúde do mundo. No ano passado, mais um serviço foi introduzido após demonstração realizada em 24 de setembro. O Procedimento de Miotomia Endoscópica Peroral (POEM), que é indicado para o tratamento da Acalásia da Cárdia, alteração no esôfago, que dificulta a deglutição do alimento. Desde dezembro de 2016, que os pacientes atendidos pelo Serviço de Endoscopia, de acordo com a indicação clínica, têm acesso a esse tratamento.

30.01.2017

Fotos: Assessoria de Comunicação do HGCC

Assessoria de Comunicação do HGCC
Wescley Jorge
ascom@hgcc.ce.gov.br / 85 3101.5323
Facebook.com/HospitalGeralCesarCals
Twitter: @Hosp_CesarCals

Expediente imprensa 05dez 2016-01