Governo do Ceará lança Programa de Ensino Médio Integral

6 de março de 2017 # # #

A rede pública estadual cearense contará com 71 Escolas de Ensino Médio em Tempo Integral (EEMTIs) em 2017. Com a inclusão de mais 45 unidades, a jornada prolongada estará presente em mais de 25% das escolas estaduais. O lançamento oficial do Programa de Ensino Médio Integral do Ceará será feito pelo governador Camilo Santana, nesta segunda-feira (6), às 8h30, no Centro de Eventos do Ceará. O evento também contará com a presença da vice-governadora Izolda Cela, do secretário da Educação, Idilvan Alencar, de estudantes, professores e gestores escolares.

O Governo do Ceará, por meio da Seduc, iniciou, em 2016, o projeto-piloto para a implantação do tempo integral em 26 escolas estaduais de ensino regular. Com a consolidação do programa em 2017, já serão 187 das 712 escolas estaduais com a jornada prolongada, das quais 116 são Escolas Estaduais de Educação Profissional (EEEPs), que ofertam cursos técnicos integrados ao Ensino Médio. A expansão se dará gradualmente até 2018.

“A nossa meta é que, a médio e longo prazo, todas as escolas do Ensino Médio do Estado do Ceará sejam de tempo integral”, afirmou o governador Camilo Santana.

Neste ano, já serão 31 municípios com Escolas de Ensino Médio em Tempo Integral, beneficiando cerca de 15,5 mil alunos. As 45 novas EEMTIs estão localizadas entre os 20 municípios mais populosos e atenderão cerca de 9 mil estudantes. Cada unidade está distribuída em áreas consideradas mais vulneráveis.

Serão investidos R$ 108,8 milhões a mais no Programa de Ensino Médio Integral em 2017. Este recurso será usado na ampliação, adaptação e aquisição de novos equipamentos, contas públicas, além da alimentação escolar, custos com salários de professores e contratação de terceirizados em todas as 71 escolas de Ensino Médio em Tempo Integral. As estruturas passarão por processos de adequação essenciais para conversão ao modelo de ensino, como a climatização das salas de aula e as reformas de vestiários e refeitórios.

A oferta do ensino integral começa a partir da 1ª série do Ensino Médio e a expansão ocorre gradualmente para as próximas séries. Os estudantes das 2ª e 3ª séries que já frequentavam estas instituições tiveram a matrícula renovada automaticamente na modalidade regular, uma vez confirmado o interesse em continuar na escola.

Cada escola oferta uma jornada de nove horas, garantindo três refeições diárias. O currículo é composto por 30 horas semanais de disciplinas da base comum a todos e 15 horas na parte flexível, sendo que 10 são escolhidas pelos alunos.

Diferenciais

A ampliação da jornada escolar converge com o papel de todos os envolvidos no processo educativo: família; professores; funcionários e comunidade. Esse modelo aumenta o tempo escolar e amplia as oportunidades de aprendizagem que favorecem o desenvolvimento de competências cognitivas e socioemocionais, além do protagonismo estudantil por meio de escolhas de componentes curriculares eletivos.

De acordo com o projeto, a oferta das eletivas deve ser estruturada levando em consideração eixos temáticos de modo a possibilitar aos alunos a estruturação de seu itinerário formativo e uma reflexão sobre sua trajetória acadêmica, desenhada por suas escolhas e interesses.

Os 10 eixos temáticos são os seguintes: Educação em Direitos Humanos; Educação Científica; Formação Profissional /e-Jovem – Informática; Educação Ambiental e Sustentabilidade; Mundo do Trabalho; Comunicação, Uso de Mídias, Cultura Digital e Tecnológica; Esporte, Lazer e Promoção de Saúde; Artes e Cultura; Clubes Estudantis e Desenvolvimento de Projetos, além de Aprofundamento de Conteúdos do Núcleo Comum.

A Seduc recomenda que os estudantes transitem entre temáticas de diferentes eixos fortalecendo sua formação integral, mas que haja uma articulação clara com o seu projeto de vida. A oferta de atividades curriculares eletivas ocorrerá semestralmente.

Serviço:

Lançamento do Programa de Ensino Médio Integral do Ceará

Data: 06 de março de 2017
Horário: 8h30
Local: Centro de Eventos do Ceará – Salão Pecém – Pavilhão Oeste – Entrada pelo portão B (Av. Washington Soares, 999 – Edson Queiroz)

06.03.2017

Expediente imprensa 09jan 2017-01