Febrace: 15 escolas públicas estaduais cearenses são finalistas e três são premiadas

28 de março de 2017 # # #

Alunos de 15 escolas da rede pública estadual foram finalistas na 15ª edição da Feira Brasileira de Ciências e Engenharia (Febrace), promovida pela Universidade de São Paulo (USP)-SP, realizada de 20 a 24 de março passado, que reuniu alunos de escolas públicas e particulares do Ceará. São 75% dos trabalhos, desenvolvidos por estudantes, no ambiente escolar, sob a orientação dos professores das disciplinas envolvidas, na rede estadual. Desse total, três unidades de ensino foram premiadas:  Escola Estadual de Educação Profissional (EEEP) Júlio França, em Bela Cruz; EEEP Salaberga Torquato Gomes de Matos, em Maranguape; e Escola de Ensino Médio (EEM) Governador Adauto Bezerra, em Juazeiro do Norte.

O projeto Semiárido Sustentável: Reinventando ações de convivência com a seca, da Escola Profissional Júlio França conquistou o 1º lugar na área de Ciências Sociais Aplicadas, Menção Honrosa Internacional e Credencial para a Feira Científica em Portugal. O trabalho foi desenvolvido pelos alunos Mateus Pires e Erivan Menezes Ribeiro Júnior, Marcos Tiago Rios, com a orientação do professor Fernando Nunes de Vasconcelos. Pela EEEP Salaberga Torquato, que inscreveu o Roteiro Turístico Ambiental, Cultural e Religioso de Maranguape II, os estudantes Bruno Gabriel Rodrigues de Abreu e Caio Pontes Bezerra, orientados pela professora Maria das Graças França Sales, ficaram em 4º lugar em Ciências Humanas.

A estudante Izadora Campos Teixeira e sua orientadora, Luiza Maria Valdevino Brito, da Escola de Ensino Médio Governador Adauto Bezerra, em Juazeiro do Norte, receberam o Prêmio de Reconhecimento Internacional da Universidade do Estado do Arizona/EUA, na categoria Serviço Social, pelo trabalho Avaliação do Desenvolvimento de um Site para Prevenir e Orientar Mulheres em Situação de Violência.

Para a professora Luisa Brito, o desenvolvimento de projetos, ou aprendizagem pela ciência tem inúmeras vantagens. ” O aluno se apaixona pelo conhecimento e melhora a aprendizagem, vence a timidez adquirindo autonomia e liderança, se tornando capaz de enfrentar os seus problemas cotidianos e da comunidade em seu entorno”, defende a educadora.

De acordo com Daniel Rocha, assessor técnico da Gestão Pedagógica da Seduc, a relevante representação da rede pública estadual do Ceará demonstra o nível de preparo e de incentivo que vem não somente promovendo, mas também estimulando que alunos e professores se apropriem e desenvolvam o método científico, e, assim, participem dos principais eventos nacionais e internacionais nesta área.

Febrace

Promovida anualmente pela Poli-USP, por meio do Laboratório de Sistemas Integráveis (LSI), a Febrace é a maior feira brasileira pré-universitária de Ciências e Engenharia em abrangência, qualidade científica/tecnológica e visibilidade. A iniciativa é importante por incentivar e revelar novos talentos e por gerar oportunidades para estudantes e seus professores/orientadores divulgarem e trocarem conhecimentos, desenvolvidos no chão da escola, mostrando à sociedade que aprenderam a aprender, e que não há limite, no que podem querer e realizar.

27.03.2017

Julianna Sampaio/Jacqueline Cavalcante
Assessoria de Comunicação da Seduc

Expediente imprensa 09jan 2017-01