SPD e Conselhos Comunitários de Defesa Social unem esforços em prol da prevenção às drogas

10 de abril de 2017 # # # #

Fernando Brito Assessoria de Comunicação da Secretaria Especial de Políticas sobre Drogas (SPD) (85) 3238.5090 | 99910.3443 - comunicacao@spd.ce.gov.br / fernando.brito@spd.ce.gov.br

Encontro de integração contou com a presença de representantes de cerca de 60 comunidades

O diálogo aberto em prol da união de esforços para alcançar objetivos comuns, em especial a superação do uso problemático de drogas, marcou o encontro de integração entre a Secretaria Especial de Políticas sobre Drogas (SPD) e os Conselhos Comunitários de Defesa Social (CCDS). O evento movimentou a manhã do sábado (8), na sede da SPD, com a presença de autoridades da segurança pública do Estado e representantes de cerca de 60 comunidades de Fortaleza e Região Metropolitana (RMF).

Sob a coordenação do secretário Especial de Políticas sobre Drogas, Marcelo Uchôa, o encontro foi aberto com a execução dos hinos Nacional e dos CCDS, seguida de fala do coronel PM William Alves Rocha, coordenador dos CCDS no Ceará. O militar abordou a importância dos conselhos e o papel das instituições no auxílio ao combate às causas da violência e da criminalidade, a exemplo do consumo de drogas.

Em seguida, foi prestada uma homenagem especial ao coronel Francisco Austregésilo Rodrigues Lima, coordenador especial do Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd) no Ceará. O militar foi agraciado com placa de agradecimento pelos serviços prestados em prol das políticas sobre drogas.

A reunião teve continuidade com a abordagem dos programas e projetos desenvolvidos pela SPD por parte do secretário Marcelo Uchôa. O titular da pasta destacou os programas de prevenção voltados para crianças, jovens e suas famílias, além do Projeto Corre Pra Vida, destinado ao acolhimento e encaminhamento de pessoas em situação de rua ou em outros contextos de vulnerabilidade social. O Centro de Referência sobre Drogas (CRD) foi descrito como o principal equipamento de acolhimento da SPD.

Na ocasião, o secretário defendeu a integração comunitária para enfrentar os desafios do uso problemático de drogas pelo conjunto da sociedade e o fim de mitos sobre substâncias entorpecentes. “É possível a recuperação dos usuários. É possível salvar vidas. Mas, precisamos romper com mitos, buscar o diálogo e descartar a intolerância”, disse Marcelo Uchôa, ressaltando que as conversas promovidas com os diversos segmentos sociais têm contribuído para a gestação do Plano Estadual de Políticas sobre Drogas.
Olhos e ouvidos

Em sua fala ao público presente na SPD, o comandante da Polícia Comunitária e coordenador Operacional do Proerd, Coronel PM Fernando Albano, elogiou a parceria dos CCDS com as autoridades da Segurança no Estado. O militar lembrou que os conselheiros “são os olhos e ouvidos das comunidades” e a ponte com a segurança pública, norteando ações de redução da violência e construção de uma cultura de paz. O coronel ainda enalteceu a aproximação com a SPD.

Também prestigiaram o encontro, o comandante do Policiamento Militar da Unidade Integrada de Segurança (Uniseg) do Estado do Ceará, Capitão PM Messias Mendes; o diretor da Divisão de Proteção ao Estudante (Dipre), Sílvio Maia; e o orientador da Célula de Defesa Social da SSPDS, Tenente Coronel Bernardo Aguiar.

A programação envolveu, ainda, um momento de perguntas e respostas sobre as atividades da SPD e o depoimento do ex-acolhido e atual monitor da Comunidade Terapêutica (CT) Fazenda O Caminho, Francisco Luciano Lima Barros, sobre o seu processo de recuperação da dependência. Além disso, ocorreu a apresentação da esquete “Brasil de Cara” por acolhidos do Centro de Recuperação Nova vida, de Aquiraz; e de números musicais pelo Grupo Ronda Prevenção e Arte da Polícia Militar.

Ao final da reunião, ficou acordada a realização de encontro técnico entre todos os autores envolvidos, visando o fortalecimento da parceria e interface de ações entre a SPD e os CCDS. A ideia é estabelecer uma aproximação das comunidades com a Secretaria, reivindicando e oferecendo sugestões, além de auxiliar na prevenção ao uso problemático de drogas.