Plano de controle de arboviroses está disponível online

24 de abril de 2017 # # # # #

O Plano Estadual de Vigilância e Controle das Arboviroses está agora disponível para consulta no site da Secretaria da Saúde do Ceará, para nortear as Coordenadorias Regionais de Saúde (CRES) e auxiliar os municípios na resposta à ocorrência das arboviroses transmitidas pelo Aedes aegypti – dengue, chikungunya e zika. O plano, lançado no dia 30 de novembro de 2016, define responsabilidades dos níveis estadual, regional e municipal quanto às ações de vigilância epidemiológica, vigilância laboratorial e controle vetorial em períodos não epidêmicos e epidêmicos dessas doenças.

Arboviroses são as doenças causadas pelos arbovírus, que incluem o vírus da dengue, chikungunya, zika e febre amarela. Na sexta-feira, 20 de abril, a Secretaria da Saúde atualizou a Nota Técnica publicada em março para alertar os profissionais de saúde sobre a notificação compulsória dos casos suspeitos de arboviroses. É através da notificação que os gestores de saúde do Estado e dos municípios conhecem o cenário epidemiológico e colaboram com as ações estratégicas de planejamento para o combate ao mosquito Aedes aegypti, além de contribuir como subsídio para os profissionais médicos fazerem o diagnóstico correto da doença.

O Ceará aumentou em quase 65%, de 2016 para 2017, o número de municípios que realizaram o primeiro Levantamento Rápido de Índice de Infestação por Aedes aegypti (LIRAa) do ano, que passou de 82 para 135. Percentualmente, diminuiu o número de municípios com alta infestação pelo mosquito transmissor da dengue, chikungunya e zika, de 31,7% para 30,4%, e daqueles em situação de média infestação, de 40,2% para 28,2%. O percentual de municípios em situação satisfatória, de baixa infestação, aumentou de 28% para 41,4%. Este ano, pelo Índice de Infestação Predial (IPP), o Estado tem 41 municípios com alta infestação (acima de 3,9%), 33 com média infestação (entre 1% e 3,9%) e 23 com índice satisfatório (menor que 1%).

De acordo com o último boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria da Saúde, referente à semana epidemiológica 16, o Ceará registra este ano 4.052 casos de dengue (2 óbitos), 6.217 de chikungunya (1 óbito) e 54 de zika.

Veja o Plano Estadual de Vigilância e Controle das Arboviroses

Veja a Nota Técnica de Manejo Clínico das Arboviroses