Enem 2017: escolas auxiliam alunos na inscrição para o exame

8 de Maio de 2017 # # #

Julianna Sampaio Assessoria de Comunicação da Seduc 3101.3972

As escolas da rede pública estadual de ensino iniciaram, nesta segunda-feira (8), a mobilização para realizar a inscrição dos alunos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). As inscrições para o Exame seguem até o dia 19 de maio. As provas serão nos dias 05 e 12 de novembro.

O objetivo da Secretaria da Educação (Seduc) é garantir que 100% dos alunos da 3ª série do Ensino Médio e da Educação de Jovens e Adultos (EJA) se inscrevam no Enem. Esta iniciativa da Seduc faz parte do Programa Enem Chego Junto, Chego Bem, que começou em março com o auxílio aos estudantes na emissão dos documentos necessários para o Exame.

“Nós que fazemos a rede estadual – equipe da Seduc, das Credes, especialmente das escolas – estamos nos empenhando para que todos os alunos da rede pública estadual façam essa inscrição. O Estado do Ceará tem um histórico muito bom em participação no Enem. No ano passado, o índice foi de 98% de inscrição. Ou seja, praticamente todos os alunos da rede estadual se inscreveram no Enem. Nós confiamos nos nossos estudantes e é importante também que eles acreditem. Então, nós pedimos às famílias, à sociedade que também se engajem nessa luta importante para a juventude cearense”, ressalta o secretário da Educação, Idilvan Alencar.

O titular da Seduc destaca que, neste ano, os alunos terão um motivo a mais para participar do Exame, que é o Avance – Programa Bolsa Universitário. A iniciativa lançada pelo governador Camilo Santana, na última quinta-feira (4), oferta uma bolsa de R$ 937,00, durante seis meses no primeiro ano do Ensino Superior, aos alunos que concluíram o Ensino Médio na rede pública e estão matriculados em curso de graduação. Um dos requisitos para receber o auxílio financeiro é obter uma média de 560 pontos no Enem.

“O Bolsa Universitário é um motivo adicional para os alunos participarem das provas. Ao longo do ano, também teremos uma série de ações aí do Enem Chego Junto, Chego Bem para incentivar e motivar os estudantes”, acrescentou o secretário.

O índice de aprovação dos alunos das escolas públicas estaduais no Ensino Superior cresceu 28%, entre os anos de 2015 e 2016. Um total de 13.516 estudantes garantiu o ingresso em instituições públicas e privadas em 2016. No ano anterior, esse número chegou a 10.035.

A entrada de 5.795 estudantes em universidades públicas também demonstra crescimento no mesmo período. Em 2015, foram 4.502 alunos. A aprovação por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), que usa como base as notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), garantiu o ingresso de 4.004 alunos, em 2016. O resultado de 2015 mostra que 2.669 jovens obtiveram a mesma oportunidade. Ainda sobre as universidades públicas, 1.791 estudantes entraram por meio de vestibulares realizados no ano passado.

Com relação à rede privada, 1.924 foram selecionados pelo Programa Universidade para Todos (Prouni), que também usa como base as notas do Enem para conceder bolsas de estudo integrais e parciais (de 50%) em cursos de graduação em instituições privadas. Outros 5.790 estudantes ingressarão em instituições particulares por meio de vestibulares.

Para alcançar estes resultados, a gestão estadual conta com gestores, professores e a comunidade escolar. Ao longo de cada série do Ensino Médio (1ª a 3ª), são desenvolvidas ações pedagógicas para o fortalecimento da preparação de educadores e alunos. A melhoria acontece no dia a dia, na sala de aula, em todas as disciplinas do currículo.

Projeto Enem Chego Junto, Chego Bem

O Enem Chego Junto, Chego Bem tem a finalidade de mobilizar, motivar e preparar os alunos da Rede Pública Estadual para a realização Exame. A ação acontece durante todo o ano letivo em seis etapas: (1) Auxílio na organização dos documentos necessários para realizar a inscrição; (2) Apoio nos dias de inscrição – vivenciada neste momento; (3) Eventos motivacionais e de orientação vocacional; (4) Ações pedagógicas de estudo para o Enem; (5) Realização do “Dia E”, com auxílio no transporte, hospedagem e pontos de apoio aos alunos no dia das provas; (6) Orientações para o acesso ao Ensino Superior.