Dia das Mães: governador visita mães que se dedicam a cuidar dos filhos transplantados

14 de maio de 2017 # # #

Assessoria de Comunicação do Hospital de Messejana Milena Fernandes Contato: (85) 3101-4092 / (85) 98841.3091 Fotos: Carlos Gibaja / Governo do Ceará

Em meio a tantas dificuldades, elas nunca desistiram. O governador do Estado, Camilo Santana, foi conhecer de perto a história de duas mães cujos filhos foram diagnosticados com problemas cardíacos graves com uma única solução: o transplante

Deixar a maternidade sem o filho nos braços foi o momento mais difícil da vida de Karen Guedes Bezerra, 30, mãe do Davi. “A gravidez foi normal, mas algumas horas depois do parto, ele já foi levado para a UTI. O diagnóstico, cardiopatia congênita, veio no dia seguinte. Eu não conseguia acreditar, o chão se abriu naquele momento”, conta Karen , mãe do Davi, que tem apenas 2 anos e três meses.

Na casa dela, no bairro Lagoa Redonda, em Fortaleza, o governador conheceu uma mãe dedicada e que demonstrou o quanto vale a pena se dedicar aos cuidados com o filho. Ela contou que nos primeiros dias de vida, ainda na UTI, os médicos constataram que a cardiopatia era uma das mais grave: Síndrome de hipoplasia do coração esquerdo, uma doença rara e que o levou a realizar três cirurgias. A primeira com apenas 10 dias de nascido. A segunda com quatro meses e a terceira, o transplante de coração, no Hospital de Messejana Dr. Carlos Alberto Studart Gomes, quando Davi tinha um ano e três meses.

“Foram duas tentativas e só na terceira que deu certo. Com o coração novo, tudo mudou. Agora, com dois anos e três meses, ele pode levar uma vida normal, apesar dos cuidados especiais por ser muito pequeno ainda”, explica Karen.

No Hospital de Messejana, ele recebe atendimento mensal, com realização de exames e acompanhamento médico. E é a mãe que está sempre com ele. “É uma luta diária, eu deixei de estudar e de trabalhar para cuidar dele, é dedicação total ao meu filho. Tudo o que quero é ficar perto dele e acompanhar cada vitória do Davi. Isso é o que me traz felicidade”, revelou Karen.

Outra prova de que o amor de mãe vence tudo é o caso da agricultora de Mauriti, no interior do Ceará, Maria Carmelita Furtado, 57 anos. Ela descobriu que o filho Jairo, de 16 anos, estava com um problema grave no coração em 2016. De lá para cá, ela largou tudo para se dedicar a ele.

O governador Camilo Santana também conversou com ela pessoalmente. Ele esteve no pequeno apartamento que a agricultora alugou, bem perto do Hospital de Messejana. “É o governador mesmo”? Indagou a agricultora, surpresa com a visita.

Dona Carmelita foi logo oferecendo um banquinho ao governador para poder contar toda a sua história. “Meu filho nunca tinha sentido nada, mas de repente apareceu com fraqueza, dores no peito, dificuldade para respirar e palpitações. Procuramos atendimento médico ´lá em Mauriti e logo perceberam que o caso dele era grave”, relembrou.

Jairo precisou fazer vários exames e, após avaliação, recebeu o encaminhamento para o Hospital de Messejana, onde deveria realizar um transplante. “Foi um susto grande, eu me abalei muito, mas não desanimei. Desde aquele dia, decidi me dedicar exclusivamente a ele”.

Mesmo tendo um outro filho mais novo, de 12 anos, e o marido com problemas de saúde, dona Carmelita, resolveu lutar pela vida de Jairo. Pediu ajuda a uma irmã para cuidar da família que ficava na roça e veio com Jairo para Fortaleza.

Em dezembro de 2016, ele foi internado no Hospital de Messejana e entrou pra fila do transplante. A mãe sempre ao lado, acreditando que tudo ia dar certo. Foram três meses de espera até que no dia 13 de março, o transplante aconteceu. “A cirurgia foi um sucesso, toda a equipe nos atendeu muito bem e o novo coração não apresentou rejeição”, comemora.

Jairo recebeu alta, mas tem sempre que retornar ao Hospital de Messejana para o acompanhamento médico. E quando Camilo perguntou sobre a saudade do marido, ela respondeu: “O trabalho no campo, o outro filho e o marido vão ter que esperar mais um pouquinho porque Jairo precisa mais de mim do que eles nesse momento. Sempre estarei com ele. A minha dedicação é por inteiro”, disse ao governador.

O governador Camilo Santana se disse emocionado com as duas histórias e feliz do Estado poder ajudar a salvar vidas. “Quando vejo histórias como dessas duas famílias, fico feliz pelo exemplo de superação, e cada vez mais estimulado a trabalhar pelos nossos irmãos e irmãs cearenses”, diz ele. “O Ceará é hoje referência em transplantes de órgãos no país. Quis mostrar essas duas histórias de vida, com mães e filhos guerreiros, para ilustrar toda determinacão do nosso povo”, completou o governador, que aproveitou para desejar a todas as mães cearenses um feliz Dia das Mães.