Webpalestra esclarece sobre vacinação contra HPV

19 de junho de 2017 # # #

Assessoria de Comunicação da Sesa Cristiane Bonfim/ Marcus Sá / Helga Rackel (85) 3101.5221 / 3101.5220 www.facebook.com/SaudeCeara

O Ministério da Saúde ampliou a faixa etária da vacina HPV quadrivalente para meninos, que a partir deste mês de junho passa a ser disponibilizada para a população masculina de 11 a 14 anos no Calendário Nacional de Vacinação. Para esclarecer a mudança, a Coordenadora de Imunizações da Secretaria da Saúde do Estado do Ceará, Ana Vilma Leite Braga, profere webpalestra nesta terça-feira, 20 de junho, às 9 horas. A webconferência é direcionada às coordenações municipais de imunizações e profissionais da atenção primária à saúde. Para participar da webpalestra, basta clicar no link.

Este ano, pela primeira vez, a vacina HPV é disponibilizada para meninos. Os adolescentes do sexo masculino que iniciarão a primeira dose da vacina aos 14 anos deverão tomar a segunda dose no intervalo mínimo de seis meses e máximo de 12 meses. Segundo o Ministério da Saúde, a ampliação da faixa etária de meninos para 11 a 14 anos de idade fortalece as ações de saúde na população masculina e possibilita a prevenção da ocorrência dos cânceres de pênis, anus, orofaringe e verrugas genitais. A vacinação de meninos, diz o Ministério, contribui para o aumento da proteção também nas meninas, impactando nas próximas décadas o perfil epidemiológico das infecções atribuíveis ao HPV em ambos os sexos.

A vacina é segura e é a única forma efetiva de proteger os homens das infecções causadas pelo papilomavírus humano. A vacina para meninos foi incorporada ao calendário este ano. Desde 2014, o imunizante é distribuído gratuitamente pelo Programa Nacional de Imunizações (PNI) para meninas de 9 a 14 anos e para mulheres de 9 a 26 anos de idade vivendo com HIV. A partir deste ano, homens de 9 a 26 anos vivendo com HIV/Aids também terão acesso gratuito à vacina bem como transplantados de órgãos sólidos, de medula óssea ou pacientes oncológicos. A vacina é aprovada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) também para mulheres de 9 a 45 anos e meninos e homens de 9 a 26 anos no Brasil.

Para participar da webpalestra, basta clicar no link.

Mais informações com o Núcleo de Telessaúde do Ceará: (85) 3219-5873 / telessaude.nuapce@gmail.com