SCidades discute com banco KFW plano de investimentos para Programa Saneamento Rural

21 de julho de 2017 # # # # #

Assessoria de Comunicação da Secretaria das Cidades Melissa Campos (85) 3207.5249

Nesta sexta-feira (21), a Secretaria das Cidades realizou um workshop com representantes do Banco KFW, da Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece) e do Sistema Integrado de Saneamento Rural no Ceará (Sisar). O objetivo da reunião foi discutir os critérios técnicos para a elaboração do plano de investimentos do programa de Saneamento Rural Ceará IV, que tem previsão de início para 2018.

Durante o encontro, foram apresentadas e debatidas as informações coletadas em comunidades rurais por consultoria contratada pelo banco KFW, com a participação do Sisar, que presta serviços de saneamento à população rural. Na ocasião, também foram discutidas propostas para a melhoria e ampliação de sistemas de esgotamento sanitário e de sistemas de abastecimento de água, além do planejamento dos componentes do programa.

O coordenador de Saneamento, Alceu Galvão, afirmou que o Ceará IV está sendo planejado através de embasamento técnico e conta com a participação das comunidades. “Essa discussão aborda quais soluções técnicas serão adotadas nas localidades rurais que serão contempladas com os investimentos. O planejamento está tendo a participações das localidades por meio do próprio Sisar, que apresenta as suas demandas”.

O próximo passo da missão, será a visita de técnicos e consultores da SCidades, do banco KFW e da Cagece às localidades rurais para selecionar as comunidades que irão ser beneficiadas pelo programa Ceará IV. O plano de investimentos estará concluído até o final deste ano.

Ceará IV

O programa Ceará IV está em fase de planejamento para implantação e negociação de um empréstimo de 60 milhões de Euros do banco KFW, sendo 10 milhões de contrapartida do Estado. O projeto vai beneficiar cerca de 200 mil pessoas.

A iniciativa tem como objetivo reduzir as condições de vulnerabilidade e melhorar os serviços de saneamento para as comunidades rurais. A SCidades será responsável pela gestão, planejamento, coordenação, acompanhamento e avaliação de todas as atividades do projeto, tanto a nível central e regional, bem como do gerenciamento financeiro. Também será responsável pela aplicação dos instrumentos de salvaguardas sociais e ambientais. A Cagece e o Sisar vão atuar como parceiros do programa.