CFO recebe final das modalidades coletivas das Olimpíadas da Juventude

31 de julho de 2017 # # # # # #

Fotos: Carlos Gibaja / Governo do Ceará Rebeca Lobo Assessoria de Imprensa da Secretaria do Esporte do Estado do Ceará rebeca.lobo@esporte.ce.gov.br 85 3101.4415

O evento de caráter olímpico contou com mais de 300 atletas cearenses do mais alto nível competitivo

Em clima acirrado de muita disputa para definir o campeão geral de cada modalidade esportiva, o Centro de Formação Olímpica (CFO) recebeu, no último sábado (29), a final das modalidades coletivas da segunda edição das Olimpíadas da Juventude de Fortaleza. Os confrontos aconteceram entre os campeões de cada Cuca (Barra, Mondubim e Jangurussu) em várias áreas do complexo, como: ginásio de treinamento, quadras de voleibol de praia e ginásio principal. Já as modalidades coletivas em disputam foram: basquetebol, futsal, handebol, voleibol e vôlei de praia. No total, a final contou com mais de 300 atletas com faixa etária de 15 a 29 anos do mais alto nível competitivo.

“O grande caminho para que nós possamos construir uma sociedade mais justa, com mais oportunidade e menos violência é investindo na juventude e no esporte. Temos aqui o que há de mais moderno no mundo em termos de modalidades olímpicas, sendo 26 no total. Em breve o equipamento será inaugurado e utilizando da melhor forma pela juventude e pelo povo do Ceará”, ressaltou Camilo Santana.

Também engrandecendo o palco durante a cerimônia, o prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio, destacou a competição com uma grande oportunidade para a juventude. “Não tenho dúvidas que ao longo dos próximos anos surgirão atletas de alta performance no Estado do Ceará sendo reconhecidos mundo a fora. Nós que estamos em Fortaleza seremos os maiores beneficiados com esse equipamento aberto. A história do esporte será uma antes e uma depois”, comenta.

Prestigiando as Olimpíadas da Juventude, o secretário Adjunto do Esporte do Estado, Wilame Alencar, frisou a importância da realização dessas olimpíadas no maior complexo esportivo do Nordeste “O esporte é uma grande ferramenta de integração e inclusão social e receber esses jogos, considerado um dos maiores eventos do Ceará, nos fortalece cada vez mais na busca do desenvolvimento do esporte no Estado, dando mais oportunidade aos atletas de poderem utilizar essa estrutura magnífica”, comenta.

Um dos organizadores dos jogos, o diretor de Educação e Cultura da Rede Cuca, Luiz Fernando, evidenciou o objetivo das olimpíadas. “Queremos através do esporte proporcionar uma maior integração entre os alunos da Rede Cuca e entre jovens da nossa cidade que não conhecem o nosso instituto ou que ainda não tiveram nenhum acesso aos nossos Cucas, que por meio do esporte possamos levar valores de importância para o desenvolvimento humano e da vida, como: respeito, paz e amor”, ressalta.

Ao término do evento, os jovens atletas que se consagraram campeões gerais nas respectivas modalidades receberam as medalhas das mãos do governador do Estado do Ceará, Camilo Santana e do prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio.

Estiveram presentes ainda durante as olimpíadas, o presidente do Instituto Cuca, Marcio Araújo, o secretário Executivo do Estado, Alcides Neto, o secretário da Juventude, Júlio Brizzi, o secretário do Esporte e Lazer (Secel), Carlos Dutra, bem como professores e instrutores da Rede Cuca.

O evento faz parte da agenda das Olimpíadas da Juventude, sendo considerada a maior competição da Rede Cuca e o segundo maior evento esportivo a ser realizado no Estado do Ceará. A abertura das olimpíadas ocorreu no dia 1° de julho, no ginásio do Cuca Mondubim, onde durante as competições reuniu aproximadamente quatro mil jovens atletas.

Lembrando que a partir das 19h deste sábado, ocorrerá a final da competição de MMA no Cuca Barra. Os jogos, por sua vez, serão encerrados oficialmente apenas no domingo (30) com a Corrida da Juventude, que será a última modalidade a ser disputada entre os alunos, partindo do Cuca Mondubim.

Olimpíadas da Juventude de Fortaleza

As Olimpíadas da Juventude de Fortaleza são organizadas pela a Prefeitura de Fortaleza através da Coordenadoria de Juventude e do Instituto Cuca, que engloba a Rede como um todo, que conta com três centros: Barra, Mondubim e Jangurussu.

Em geral o evento consolida as ações esportivas desenvolvidas pela Rede Cuca, além de fortalecer as políticas de juventude da cidade, sempre visando estimular a prática esportiva com hábito saudável entre a população jovem das áreas mais carentes de Fortaleza.