Sejus recebe doação de mais de dois mil livros para projeto Livro Aberto

13 de setembro de 2017 # # #

Assessoria de Comunicação Secretaria da Justiça e Cidadania do Ceará - (85) 3101-2862 www.sejus.ce.gov.br email: ascom.sejus@gmail.com twitter:@sejus_ce facebook: sejusceara

A responsabilidade social de grupos e entidades civis é essencial para a construção de um sistema penitenciário mais justo e harmônico. Pensando nisso, o grupo cristão Mãos de Luz realizou arrecadação de livros paradidáticos para o projeto Livro Aberto, da Secretaria da Justiça e Cidadania do Estado (Sejus), e que incentiva a leitura nas unidades. Os livros serão entregues nesta quinta-feira (14), às 10h, no auditório da Sejus com a presença da titular da pasta, Socorro França.

O Mãos de Luz realizou a arrecadação por meio da sua ‘Caravana solidária de educação e harmonia social’, envolvendo alunos de universidades e instituições públicas e privadas. Para Ricardo Figueiredo, presidente do grupo cristão, o objetivo principal da campanha foi ajudar na recuperação e ressocialização dos internos. “Sabemos das dificuldades que um projeto desse passa pra acontecer e esses livros ajudarão na inclusão e no incentivo à leitura. Torcemos para que a Sejus continue e leve adiante esse projeto tão maravilhoso”, afirma Ricardo.

Os 2.010 livros reunidos serão utilizados para reforçar o Livro Aberto nas unidades em que ele já existe e implementar o projeto na Casa de Privação Provisória de Liberdade Professor Clodoaldo Pinto (CPPL II) e Casa de Privação Provisória de Liberdade Professor José Jucá Neto (CPPL 3), em Itaitinga, Penitenciária Francisco Hélio Viana de Araújo, em Pacatuba, e Penitenciária Regional Industrial do Cariri, no município de Juazeiro do Norte.

Para Cristiane Gadelha, coordenadora de Inclusão Social do Preso e do Egresso da Sejus (Cispe), é indispensável a parceria da sociedade civil para a execução dos projetos dentro e fora das unidades. “Ações assim são importantes e têm muito valor para o nosso trabalho no dia a dia, tanto para instaurar como para continuar os trabalhos de inclusão e capacitação dentro das unidades”, diz a coordenadora.

O projeto Livro Aberto, além de incentivar a leitura nas unidades prisionais e estimular o empréstimo semanal de livros com as Arcas da Leitura – que circulam nas alas dos presídios -, também fornece os livros para os internos que participam da remição de pena pela leitura.

A meta da Cispe é que, até o fim de 2017, o Livro aberto esteja em 13 unidades prisionais.

Serviço

Doação de livros para o projeto Livro Aberto
Data: 14 de setembro
Horário: 10h
Local: Auditório da Sejus, Rua Tenente Benévolo, 1055