Uece consolida padrão Internacional de Excelência pela Capes

21 de setembro de 2017 # #

Fátima Serpa
Assessoria de Comunicação da Uece
fatima.serpa@uece.br
3101.9605
99987.8507

Uece consolida padrão Internacional de Excelência pela Capes

Capes avaliou o Programa de Pós-Graduação em Ciências Veterinárias da Uece com nota 6

O Programa de Pós-Graduação em Ciências Veterinárias (PPGCV) da Universidade Estadual do Ceará (Uece) alcançou, pela terceira vez, conceito 6 na avaliação periódica, referente a 2013/6, feita pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), divulgado no último dia 20 de setembro, mantendo o padrão internacional de excelência.

Esta nota mantém o nosso Programa de Pós-Graduação na liderança da área de Medicina Veterinária na região Nordeste, na qual fica com a avaliação mais elevada. A Capes atribui notas na escala de “1” a “7” e os conceitos 6 e 7 indicam desempenho equivalente ao alto padrão internacional. A cada quatro anos, todos os cursos em funcionamento são reavaliados.

Em relação ao Brasil, nossa posição também é bastante significativa, pois o PPCV da Uece está entre os dez melhores avaliados do país.

Os critérios de avaliação consideram cinco quesitos: proposta do programa, corpo docente, corpo discente, produção intelectual e inserção social. Esta é uma prova do comprometimento de professores, estudantes e servidores técnico-administrativo, os quais, mesmo na adversidade, mantêm o nível de excelência.

Foram avaliados 45 cursos dos Programas de Pós-Graduação Stricto Sensu da Uece, dos quais seis tiraram nota 5. O Mestrado e Doutorado em Cuidados Clínicos em Enfermagem e Saúde e o Mestrado e Doutorado em Lingüística Aplicada cresceram de nota, passando de 4 para 5. O Doutorado em Biotecnologia e o Mestrado Profissional em Ensino de Matemática, em Rede Nacional, mantiveram a nota 5 já alcançada.

Na escala de notas de 3 a 5 para Mestrado, e de 4 a 7, para Doutorado, a CAPES reconhece na nota 5 uma excelência nacional do Curso/Programa e na nota 4 de um Mestrado a condição de implantação de um Doutorado. Deste modo, em oito casos, a nota 4 de um Mestrado já havia autorizado a criação de Doutorado e os mesmos, consolidaram a nota nesta avaliação.

O Mestrado Acadêmico em Serviço Social Trabalho e Questão Social e o Mestrado Acadêmico em Recursos Naturais alcançaram agora a nota 4, portanto a Uece já os está estimulando a preparar de Doutorado.

Destaque-se que a Uece já desencadeou projetos para reforçar o apoio aos cursos com nota 3 e reestruturar os três cursos que tiraram nota 2.

Comparando as três últimas avaliações, a Uece conseguiu inverter o perfil dos Cursos nota 4 e nota 3. Eram 22 nota 3 e 11 nota 4, hoje são 11 nota 3 e 22 nota 4.