Governador entrega Escola de Educação Profissional para os jovens de Guaramiranga, Pacoti e Palmácia

10 de novembro de 2017 # # # #

Thiago Sampaio - Repórter
Tiago Stille - Fotógrafo

Um dia depois que anunciou o pagamento de mais de R$ 14 milhões em gratificações e promoções para professores da rede estadual, o governador Camilo Santana deu continuidade, no final da tarde desta quinta-feira (9), em sua agenda voltada para a educação. O local foi o município de Palmácia, que foi tomado pelos sorrisos de muitos jovens, que embalaram o momento com muita cantoria. Isso porque, agora, eles contam com a Escola Estadual de Educação Profissional (EEEP) Maria Giselda Coelho Teixeira que vai atender também a população de Guaramiranga e Pacoti. O equipamento, o terceiro da região do Maciço de Baturité, contou com investimento em torno de R$ 14 milhões, dos governos federal e estadual.

A recepção a Camilo Santana não poderia ter sido mais emocionante, com todos os estudantes cantando em coro as canções “Girassol”, do grupo Cidade Negra, e “Dias Melhores”, do Jota Quest. “Quero transmitir a minha alegria pelo o que eu vi. Essa escola não deixa a desejar em nada se comparada com qualquer escola particular do país. Temos que ter muito orgulho, pois o Ceará ainda é pobre, mas é considerado o estado com a melhor educação pública do Brasil. Resultado de um trabalho feito com muita paixão. Ser professor não precisa só ter vocação, precisa ter amor, pois todas as outras profissões passam por ele. É importante construir um prédio bonito como esse, climatizado, com laboratórios, mas também valorizar as pessoas que estão dentro dele. Aos pais, vocês também fazem parte dessa história. Não tenho dúvida que daqui sairão médicos, engenheiros, prefeitos, governadores”, disse o governador.

O prédio tem capacidade para receber até 540 estudantes, em tempo integral, das 7 às 17 horas. Os estudantes farão, ao mesmo tempo, o Ensino Médio (1ª a 3ª série) e um dos quatro cursos técnicos ofertados: Administração; Guia de Turismo; Redes de Computadores ou Segurança do Trabalho.

No último ano, o Governo do Ceará propicia o estágio curricular obrigatório e remunerado para os alunos. Ao todo, 4,5 mil empresas são parceiras nos programas de promoção de estágio profissional com o atendimento de 15 mil estudantes.

O secretário da Educação, Idilvan Teixeira, destacou o empenho de todos os envolvidos para que o equipamento fosse construído na região. “É muito importante quando uma escola recebe o nome de professor. Ela é o terceiro consórcio do estado, um modelo de educação que só tem no Ceará. Agradeço à equipe da Seduc, o Ramilson, diretor da escola, por ajudar a fazer acontecer. Queremos inaugurar e ter certeza que ela terá sucesso. Sabemos que ela está em boas mãos. Estamos quase encerrando o ano e fico feliz por contar com uma equipe firme, unida, disposta a dar o melhor para o povo cearense”.

A adolescente Odelly Caroline, aluna do curso de Rede de Computação, fez um belo discurso sobre o papel desse equipamento para a sua geração. “Venho aqui tentar representar todos os nossos alunos, com suas diversidade, cada um com sua particularidade. A escola Giselda Teixeira vem para nos fazer alcançar o que tanto idealizamos. Traz desafios, fazer novas amizades, passar o dia longe de casa. Mas a vida é assim, trazendo oportunidade maravilhosas que temos que aproveitá-las. Aqui formamos uma grande família, com professores que nos ensinam com números, palavras, mas nos ensinam acima de tudo a sermos pessoas honestas. Por saber que somos os primeiros alunos, nossa responsabilidade aumenta e nos dá orgulho”.

Junto com Odelly, a jovem Nicoly Ellen, do curso de Administração, realizou uma apresentação de experiência no laboratório de Química para o governador. “Estamos encantadas com a escola, ela tem tudo o que precisamos e os professores sempre estão dispostos a nos ajudar. Além disso, é muito bom poder estudar as disciplinas normais e outras que já vão nos preparar para o mercado de trabalho. Agradecemos muito por tudo isso”.

Estiveram também presentes na solenidade o secretário de Recursos Hídricos, Francisco Teixeira; o deputado federal Odorico Monteiro; o presidente da Assembleia Legislativa, Zezinho Albuquerque; os deputados estaduais George Valentim e Leonardo Araújo; o prefeito de Palmácia, Davi Campos; entre outras autoridades.

Ampliando a rede de ensino

A EEEP Maria Giselda Coelho Teixeira funcionará em regime de consórcio com atendimento aos estudantes dos três municípios, integrando a Coordenadoria Regional de Desenvolvimento da Educação (Crede) 8, sediada em Baturité.

A estrutura ofertada é composta de 12 salas de aula, auditório, biblioteca, bloco pedagógico administrativo, laboratórios específicos para os cursos técnicos oferecidos, além dos de Línguas, Informática, Ciências e Matemática. A obra é supervisionada pelo Departamento de Arquitetura e Engenharia (DAE), órgão vinculado à Secretaria da Infraestrutura (Seinfra).

Agora, a região passa a contar com 24 unidades de ensino, sendo três Escolas Estaduais de Educação Profissional. Com este modelo, a gestão estadual tem diversificado a oferta do Ensino Médio, articulando-o com a educação profissional, com o mundo do trabalho e com o ensino superior.

Ouça:

O governador Camilo Santana destacou os bons resultados que a Educação cearense vem conquistando e ressaltou o papel primordial dos que fazem parte disso.

O secretário da Educação, Idilvan Teixeira, enfatizou o empenho de todos os envolvidos no processo educacional.