PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

Museu da Cultura Cearense realiza mesa virtual sobre cultura alimentar e feminismo nesta quinta-feira (11)

10 de fevereiro de 2021 - 16:16 # # # # # #

Ascom Dragão do Mar de Arte e Cultura

Transmitido ao vivo no canal do Dragão do Mar no YouTube, o debate contará com participação das professoras Jamile Tajra, Melina Gomes e Fátima Farias para discutir a noção de soberania alimentar a partir de questões como Direitos Humanos, impactos sociais e ambientais da atividade produtiva, responsabilidade social e sustentabilidade ambiental.

Por meio do Projeto Comida, o Museu da Cultura Cearense, do Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura (CDMAC), vem fomentando o debate e a reflexão sobre a cultura há mais de dez anos. Dando continuidade às ações do Programa, e diante do atual contexto de pandemia e aumento do desemprego e da fome no Brasil, o Museu realizará, nesta quinta-feira (11), a partir das 19h, uma mesa virtual para debater o tema “Soberania alimentar, feminismo e relações internacionais”. No debate, que será transmitido ao vivo pelo canal do Dragão do Mar no YouTube (youtube.com/dragaodomarcentro), as professoras Jamile Tajra e Melina Gomes, com mediação de Fátima Farias, trarão reflexões sobre a comida como direito humano, considerando aspectos de gênero, sustentabilidade e segurança.

De acordo com Valéria Laena gestora do Núcleo de Museus e coordenadora do Projeto Comida Ceará, a programação faz parte de uma série, que segue até março, com pesquisadores do projeto e profissionais convidados entre acadêmicos e “mestres” revelados pela pesquisa no interior e capital. “A idéia é enxergar a relação com a comida e temas comuns e transversais que dizem sobre nossa relação com o alimento como cultura e identidade, destaca Valéria.

Segundo a socióloga Melina Gomes, a iniciativa foi pensada a fim de pensar estratégias coletivas e cotidianas que minimizem os impactos da injusta divisão do trabalho doméstico e da invisibilização histórica do trabalho feminino, fortalecendo, assim, formas contra-hegemônicas de produção, escoamento e consumo – de alimentos, relações socioambientais e compreensão do mundo e da vida. “A cadeia de produção de alimentos e as trabalhadoras nela envolvidas são fundamentais para compreendermos as transformações nos modos de produção e consumo do nosso atual sistema agroalimentar. As relações entre capitalismo, trabalho, gênero e alimentação vão além da crítica ao Agronegócio, devendo se desdobrar em possibilidades de ações efetivas que promovam soberania alimentar”, afirma Melina.

Iniciando o bate-papo, Jamile Tajra debaterá o tema “A Soberania alimentar como problemática internacional – pautas transversais e interesses em conflito”. Em seguida, Melina Gomes discutirá a temática “Sem feminismo não há Agroecologia: tecnologias sociais e formas de produção contra-hegemônicas na promoção de Soberania Alimentar”.

Sobre as convidadas

Jamile Tajra é professora do curso de Ciências Sociais da Universidade Estadual do Ceará (Uece), doutora em Ciência Política pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFGRS). Fátima Farias (mediadora) é doutora em Sociologia e professora da Uece. Pesquisa as relações entre comida, cultura e lugar. Melina Gomes é professora do setor de Saúde do Curso de Psicologia da Uece, Mestre em Sociologia.

Serviço

LIVE Soberania alimentar, feminismo e relações internacionais, com Jamile Tajra, Melina Gomes e Fátima Farias

Data: 11 de fevereiro de 2021 (quinta-feira)

Horário: 19h

Local: Canal do Dragão do Mar no YouTube (youtube.com/dragaodomarcentro)

Classificação etária: Livre

Acesso Gratuito