PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

Contratações de operações de crédito rural por instituições públicas seguirão até 31 de dezembro

9 de abril de 2021 - 17:00 # # # # # # # # #

Erivelton Celedônio - Ascom SDA - Texto
José Wagner - Fotos

Na última quinta-feira (8), o Conselho Estadual do Meio Ambiente (Coema) aprovou a prorrogação por sete meses do prazo que autoriza as instituições financeiras públicas a realizarem a contratação de operações de crédito rural. Com este indicativo as celebrações de contrato seguirão mediante a apresentação do comprovante de abertura de processo ou protocolo junto à Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace), da solicitação da Licença Ambiental por Adesão e Compromisso – LAC, até 31 de dezembro deste ano.

A resolução entrou na pauta do conselho por solicitação apresentada pela Secretaria do Desenvolvimento Agrário (SDA), com assento junto ao Coema. Após consulta da equipe técnica feito por parte do presidente do conselho, Artur Bruno, o pedido de prorrogação foi submetido e aprovado por unanimidade durante a 286ª reunião ordinária. O novo dispositivo reformula a resolução nº10, de 10 de dezembro de 2020, que previa o prazo até de 31 de março.

“Se tem uma situação que precisa ser compreendida perante este momento que estamos vivendo de pandemia é a da ampliação do crédito e circulação de dinheiro aos pequenos. Lá no meio rural temos famílias que dependem da agricultura com recursos e oportunidades, são 350 mil agricultores cearenses, que subsistem desta atividade econômica”, destacou o secretário De Assis Diniz.

Ainda na quinta-feira (8) a tarde, o gestor esteve reunido com técnicos da Secretaria do Desenvolvimento Agrário, com o presidente da Ematerce, Antônio Amorim, e o superintendente do Banco do Nordeste no Ceará, Rodrigo Bourbom, na formulação da proposta encaminhada ao COEMA sob pedido de urgência, para superar o destravamento ao acesso dos agricultores a recursos de cerca de R$ 70 milhões em créditos para o caso do Banco do Nordeste.