PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

Coletivo de combate à transfobia da Uece estreia espetáculo sobre cultura alimentar

22 de abril de 2021 - 11:08 # # # # # # #

Adriana Rodrigues - Ascom Uece - Texto

O espetáculo conta com a participação de pessoas trans, negras e/ou periféricas, que fazem uso de acrobacia aérea, dança, teatro, gastronomia e audiovisual

O programa de extensão da Uece Traspassando convida para assistir à estreia do Coletivo Transpassando, que acontecerá nesta quinta-feira, dia 22 de abril, às 18h, em seu canal do YouTube, com o espetáculo Sus-T-Ância. O experimento é resultante do projeto “O corpo sem órgãos tem fome de sentidos”, aprovado pelo Edital Arte Livre da Secretaria Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult Ceará), com apoio da lei Aldir Blanc.

Realizado pelo Coletivo Transpassando, de combate à transfobia e demais preconceitos, o espetáculo Sus-T-Ância surge de uma pesquisa teórico-dialógica, prático-cênica e gastronômica movida por integrantes do coletivo por meio de entrevistas com pessoas de reconhecimento público nas áreas da saúde, da formação humana e da cultura alimentar.

Tensionado por vários atravessamentos que vão desde a ancestralidade dos povos originários e diaspóricos do território cearense até referências de culturas orientais sobre alimentação e espiritualidade, o espetáculo Sus-T-Ância se apresenta como um “experimento de Um Tudo” e atravessa inúmeras questões históricas, culturais, políticas, gastronômicas e espirituais de ontem, de hoje e de amanhã.

Um espetáculo feito por uma equipe diversa formada por pessoas trans, negras e/ou periféricas, que apresentam, segundo os organizadores, um misto de poética e política através de linguagens artísticas como acrobacia aérea, dança, teatro, gastronomia e audiovisual.

O espetáculo tem a proposta de integrar não só linguagens artísticas, mas também metodologias audiovisuais para a promoção da acessibilidade em vários âmbitos. Desta forma, o espetáculo será estreado, em versão online, pelo YouTube, em versão única, com um layout que integra legenda, Libras e Audiodescrição à própria apresentação estética do espetáculo.

A produção do espetáculo ficou por conta do Projeto de Gestão Administrativa e Produção Cultural do programa de extensão Transpassando Uece, com apoio do Coletivo Kintal de Afetos.

Comprometido com a causa dos povos originários, o Coletivo Transpassando decidiu estrear dia 22 de abril em alusão ao Dia da Terra e à programação do Abril Indígena, mês de visibilidade do movimento dos povos originários em defesa da demarcação das terras e valorização das culturas indígenas.

Mais informações: transpassando@uece.br / Instagram: @transpassando