PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

Nutec conquista 1ª Indicação de Procedência do Ceará para Jaguaruana

26 de maio de 2021 - 09:57 # # # # #

Louise Mezzedimi - Ascom do Nutec - Texto

O Núcleo de Tecnologia e Qualidade Industrial do Ceará (Nutec), autarquia vinculada à Secretaria da Ciência, Tecnologia e Educação Superior do Ceará (Secitece), conquistou a primeira Indicação de Procedência do Ceará para as redes de dormir de Jaguaruana. A concessão foi publicada pelo Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI) na Revista da Propriedade Industrial (RPI).

O secretário da Secitece, Inácio Arruda, comemorou a notícia. “Esse é o reconhecimento do trabalho desenvolvido pela Secitece, através do Nutec, para um produto genuinamente cearense, produzido desde o século XVIII”, ressalta. “As redes de dormir de Jaguaruana são famosas pela sua beleza e qualidade, fazendo parte da vida diária do povo. Sua produção movimenta a economia, não só do município, mas de todo o Ceará”, acrescenta.

O Nutec protocolou o pedido no INPI no dia 14 de fevereiro de 2020, em nome da Associação de Fabricantes e Artesãos de Jaguaruana (Asfarja). Segundo o presidente do Nutec, Francisco Magalhães, essa vitória é fruto de um trabalho minucioso. “Para a conquista do título, a nossa Agência de Inovação desenvolveu um trabalho detalhado, colhendo informações, elaborando documentos como o instrumento oficial que delimita a área da indicação geográfica, o plano de controle e o dossiê histórico sobre o município, e criando, junto com os produtores, o Caderno de Especificações Técnicas, que estabelece as etapas do processo de fabricação de redes, assim como os critérios de qualidade a serem seguidos”, enfatiza.

Segundo a coordenadora de inovação do Nutec, Silvanira de Oliveira, essa conquista impacta diretamente os produtores da região. “Esse título de propriedade intelectual reconhece nacionalmente o município como centro de fabricação de redes com características únicas consequentes do conhecimento e do modo de fabricação do produto, garantindo diferencial competitivo inovador e visibilidade no mercado”,explica. “A Indicação Geográfica atesta não somente a qualidade das redes do município, como também dá ao consumidor a certeza de estar comprando um item original de Jaguaruana”, completa.

A Asfarja atuou como requerente do processo, na função de representante da cadeia produtiva, além de realizar a conexão do Nutec e dos demais atores com os produtores da região. Para o presidente da associação, José Pinheiro Júnior, a indicação geográfica “veio fortalecer e dar legitimidade nacional à produção de redes de dormir do território”. Participaram também desse projeto o Instituto Federal do Ceará (IFCE), campus de Jaguaruana, disponibilizando infraestrutura para a realização das reuniões e articulando com os atores da região, e a Secretaria de Cultura do Estado (Secult), apoiando no reconhecimento da delimitação geográfica do município.

Indicação Geográfica

Indicação Geográfica (IG) é um título de propriedade industrial que reconhece, nacionalmente, determinado produto ou serviço por possuir características específicas de um território, seja por fatores naturais ou humanos. O município de Jaguaruana é amplamente conhecido como “a terra da rede”. Essa fama marca seu caráter identitário desde os remanescentes indígenas até os dias de hoje, onde a tradição causa impactos para a sociabilidade dos municípios, a renda dos produtores e a economia local.

Sobre a IP Jaguaruana

Embora não seja possível precisar o início da fabricação de redes no município, estima-se que tal produção ocorra desde o século XVIII, tendo sido iniciada pelos indígenas que habitaram Jaguaruana, de acordo com a documentação enviada ao INPI no processo de IG. Como o município é um grande produtor de algodão, principal matéria-prima das redes, facilitou-se o desenvolvimento e a consolidação da produção.

Ainda com base na documentação enviada ao Instituto, a fabricação de redes em Jaguaruana tem um perfil tipicamente familiar, com o chefe da família se dedicando à gestão e produção fabril, enquanto as mulheres e filhos atuam no acabamento das peças. Nos últimos anos, em resposta à competitividade trazida pelas indústrias, a produção familiar incluiu alguns avanços tecnológicos em seu processo.

Em Jaguaruana, a rede está presente até nos símbolos oficiais do município: o hino e o brasão da bandeira, de 1890. A produção de redes movimenta todo o município e faz parte da vida diária de Jaguaruana.