PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

Com busca ativa, SPS auxilia na vacinação da população em situação de rua

31 de maio de 2021 - 17:01 # # # # # # # # #

Sheyla Castelo Branco - Ascom SPS - Texto
Helene Santos - Fotos

Vera Lúcia não conteve a alegria por ter recebido, na manhã desta segunda-feira (31), a primeira dose da vacina contra a Covid-19. “Estou muito feliz por estar aqui hoje recebendo a vacina e também sendo reconhecida como cidadã junto dos meus amigos, que também têm a rua como casa. Eu moro na Praça do Ferreira há mais de 13 anos e hoje me senti importante. Fui lembrada, e isso para mim vale muito. Só quem está na rua sabe que a indiferença dói mais que a fome, o frio e a sede”, contou Vera Lúcia, ao descer emocionada do Caminhão do Cidadão, unidade da Secretaria da Proteção Social, Justiça, Cidadania, Mulheres e Direitos Humanos (SPS) que, além do espaço para vacinação, também está ofertando atendimento para a emissão da documentação básica para pessoas em situação de rua.

A ação é realizada em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde e executada pelos técnicos da Secretaria Executiva de Políticas sobre Drogas da SPS, que fazem a busca ativa e sensibilização das pessoas em situação de rua. Além da Praça do Ferreira, a unidade vai levar o serviço para o Poço da Draga, Beira-Mar, Serrinha, Lagamar, Jacarecanga, Papicu e Parangaba.

Rachel Marques, secretária-executiva de Políticas sobre Drogas da SPS, lembra que o trabalho de sensibilização da população em situação de rua é muito importante para garantir que eles venham se vacinar. “Muitos têm medo, escutam muitas histórias e acabam não querendo vir, mas nossas equipes vão até eles e os convencem de que a vacinação salva vidas. Hoje foi um dia muito importante para nós, que atuamos com esta política, e para eles, que se sentiram lembrados, e saíram daqui imunizados e já com a data de retorno para a segunda dose no cartão de vacinação”, frisou a gestora.

O gerente do Centro de Referência sobre Drogas da SPS, Rodrigo Amaral, destaca que o diferencial é a busca ativa que já vem sendo realizada pelas equipes multidisciplinares da Unidade Móvel de Política sobre Drogas. “Este é um trabalho de formiguinha e que nossa equipe faz com muita dedicação. Nós vamos até eles, seja onde for, e acabamos criando um vínculo de cuidado e atenção que reflete na aceitação deles aos serviços que nós ofertamos e a sua própria cidadania”, reflete Rodrigo, lembrando que este trabalho já é realizado diariamente nos bairros da Capital e que a SPS vem desenvolvendo politicas muito assertivas para a população de rua.

João Soares vem sendo acompanhando pela Unidade Móvel de Política sobre Drogas da SPS e hoje veio se vacinar. “Tem 33 anos que eu moro na rua, acabei virando um andarilho e neste tempo todo nunca tive medo de nada, até que vi muitos amigos perderem a vida para essa doença e percebi o quanto ela é grave. Quando soube pelas meninas da Unidade Móvel que a vacinação viria até nós, fiquei muito animado e hoje garanti minha primeira dose”, explicou orgulhoso, mostrando seu cartão de vacinação.

“A população em situação de rua vive em extrema vulnerabilidade e poder auxiliar diretamente no processo de vacinação é muito gratificante para nós que já atuamos com política de atenção a este segmento”, ressaltou a titular da SPS, Socorro França.